Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Atletismo

Eliud Kipchoge volta a bater o recorde do mundo na maratona

25 set, 2022 - 10:42 • Diogo Camilo

O queniano, medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 2016 e 2020, fez o percurso de Berlim em 2h01m09s, tirando meio minuto ao seu antigo recorde.

A+ / A-

O queniano Eliud Kipchoge voltou a bater este domingo o recorde do mundo na maratona, ao fazer o percurso de Berlim em 2h01m09s, tirando meio minuto ao antigo recorde.

O campeão olímpico de 2016 e 2020, considerado o melhor maratonista da história, chegou à capital alemã com a ambição de vencer a Maratona de Berlim pela quarta vez e ser novamente recordista mundial, superando a própria marca de 2h01m39s, conquistada em 2018.

Na prova estiveram inscritos mais de 45 mil atletas de 157 países diferentes, com Kipchoge a chegar à frente do também queniano Mark Korir, que chegou mais de cinco minutos depois, e do eritreio Tadu Abate.

Nas mulheres, a vencedora foi a eritreia Tigist Assefa, com o tempo de 2h15m37s.

Kipchoge, que vai fazer 38 anos em novembro, tem agora os olhos apontados a 2024 e a uma terceira medalha de ouro olímpica. O queniano, que falhou os campeonatos mundiais em julho, tinha participado pela última vez numa maratona em março, onde quebrou o recorde da Maratona de Tóquio, com um tempo de 2h02m40s, o quarto melhor tempo da distância na história.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+