Tempo
|
A+ / A-

Pequim 2022

Recusado recurso da suspensão por doping de esquiador iraniano

18 fev, 2022 - 15:03 • Lusa

Hossein Shemshaki tomou esteróide anabolizante androgénico e não pode competir nos Jogos Olímpicos de Inverno.

A+ / A-

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) rejeitou, esta sexta-feira, o recurso da suspensão preventiva por doping do esquiador e porta-estandarte iraniano Hossein Shemshaki, devido a um controlo positivo por esteróide anabolizante androgénico.

Segundo o TAS, o atleta, que foi submetido a um controlo antidoping fora de competição a 7 de fevereiro, violou as normas antidopagem e ficou inelegível para competir em qualquer prova dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim de 2022.

A substância proibida em causa é “Turinabol oral”, já comprovada na contra-análise à amostra do esquiador alpino pelo laboratório de Pequim, acreditado pela Agência Mundial Antidopagem.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+