Tempo
|
A+ / A-

Hóquei em patins

Diogo Rafael não foi campeão mundial, mas voltou à seleção para reconquistar o Europeu

14 nov, 2021 - 08:48 • Eduardo Soares da Silva

Internacional português de hóquei em patins diz que a seleção está "confiante" para conquistar o título em Paredes.

A+ / A-

Diogo Rafael foi um dos jogadores que ficou fora da lista do Mundial que a seleção portuguesa conquistou, em 2019, mas o internacional de 31 anos regressou à seleção para ser bicampeão europeu, depois do título conquistado em 2016, do qual fez parte.

O último jogo de Diogo Rafael na seleção foi mesmo na final do Euro 2018, que a seleção perdeu por 6-3. O objetivo é reconquistar o troféu.

"Fiquei triste por não ter feito parte da seleção do Mundial, mas são opções e é um orgulho estar de volta e estou de corpo e alma para representar a seleção. Estamos confiantes, somos campeões do mundo e há expectativas neste Europeu. Na última vez a jogar em casa, fomos campeões. É especial termos o público e estamos preparados", disse.

O rótulo de favoritismo acarreta mais pressão, mas também motivação, aos olhos de Diogo Rafael: "Vem com os dois, a pressão que falam é importante e significa que Portugal tem qualidade, mas a confiança também sobe. O objetivo final é ser campeões da europa, isso é o mais importante".

O hóquei em patins de seleções esteve parado desde o início da pandemia, situação destacada pelo jogador do Benfica.

"Vivemos tempos difíceis e diferentes. Dois anos sem competição de seleções é muito tempo. Todos gostamos de representar Portugal, tínhamos saudades destas competições e vivências e queremos aproveitar". doz-

O Campeonato da Europa decorre entre 15 e 20 de novembro, em Portugal, no Multiusos de Paredes. Portugal é campeão mundial em título, conquistado em 2019, mas quer reconquistar o Europeu, que perdeu em 2018 para a Espanha.

Portugal já venceu o Europeu 22 vezes na sua história, o último foi em 2016, em Oliveira de Azeméis, também a jogar em casa.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+