Tempo
|
A+ / A-

Mundial de ginástica artística

Filipa Martins termina inédita final de paralelas assimétricas em oitavo

23 out, 2021 - 11:30 • Redação

A mais velha ginasta entre as 24 finalistas em competição somou 14.066 pontos na prova de paralelas assimétricas dos Mundiais de Ginástica, que decorrem no Japão.

A+ / A-

Filipa Martins concluiu, este sábado, a melhor classificação de sempre da ginástica artística portuguesa, ao terminar na oitava posição a final de paralelas assimétricas dos Mundiais, que decorrem no Japão.

A ginasta lusa, a mais velha entre as 24 finalistas em competição, com 25 anos, somou 14.066 pontos. A mera presença de Filipa Martins na final já era um feito inédito na história portuguesa da modalidade.

Wei Xiaoyuan, ginasta chinesa, sagrou-se campeã, à frente da brasileira Rebeca Andrade e Luo Rui, que também competiu pela China.

Filipa Martins tinha sido 17.ª classificada no mesmo aparelho nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, também no Japão, ficando à porta da final.

Termina, assim, a melhor participação portuguesa de sempre nos Mundiais de ginástica artística. Filipa Martins já tinha feito história ao terminar a final do concurso completo ("all around") no sétimo lugar.

[notícia atualizada às 15h48]

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+