Tempo
|
A+ / A-

Basquetebolista Paulo Diamantino morre durante um jogo

09 jan, 2021 - 00:10 • Redação

O antigo internacional português e jogador do FC Porto, que atualmente representava o Mirandela BC, caiu inanimado em campo. Teria completado 36 anos este sábado.

A+ / A-

O basquetebolista Paulo Diamantino, internacional português e antigo jogador do FC Porto, morreu, esta sexta-feira, depois de ter caído inanimado em campo, durante um jogo em Paços de Ferreira.

De acordo com o "Jornal de Notícias", Paulo Diamantino, que pertencia ao Mirandela Basquetebol Clube e que teria completado 36 anos este sábado, sentiu-se mal e caiu inanimado quando, já na segunda parte, se preparava para reentrar no jogo frente ao Juventude Pacense, relativo ao campeonato nacional Senior Masculino 2.ª Divisão.

Paulo Diamantino foi assistido no local pelos Bombeiros Voluntários de Paços de Ferreira e pela equipa da viatura médica de emergência e reanimação do Vale de Sousa. No Pavilhão Municipal de Modelos, estiveram, também, a GNR, a Polícia Municipal e uma equipa de psicólogos do INEM. Ao fim de mais de meia hora de manobras de reanimação, o óbito foi declarado.

Paulo Diamantino, que era companheiro de equipa do irmão, João Diamantino, foi jogador de FC Porto, Vitória de Guimarães e Maia Basket e da seleção nacional de basquetebol.

O secretário de Estado da Juventude e do Desporto lamentou este sabado a morte do basquetebolista Paulo Diamantino, do Mirandela Basquete Clube, apresentando as condolências ao clube transmontano, companheiros de equipa, familiares e amigos.

“Mais uma notícia muito triste, agora no basquetebol, com o falecimento do jogador e treinador Paulo Diamantino, do Mirandela Basquete Clube. Quero enviar um sentido abraço de condolências ao clube e às atletas do Paulo, bem como a todos os familiares e amigos”, escreveu João Paulo Rebelo na sua conta oficial no Twitter.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+