A+ / A-

Petit

Líder Boavista quer continuar a vencer e a surpreender

23 set, 2023 - 16:10 • Lusa

"Adversários olham para nós com mais respeito", diz o técnico. Os axadrezados defrontam, este domingo, o Sp. Braga.

A+ / A-

O Boavista necessita de continuar com uma postura humilde para defender a liderança invicta da I Liga na visita ao Sp. Braga para a sexta jornada, reconhece o treinador Petit.

"Se somos o alvo a abater? Não. Acredito que os adversários olham para nós com mais respeito por aquilo que estamos a fazer neste bom início de época. Agora, temos de ter a humildade de querer continuar a ser a equipa que temos sido. Sabemos que isto é uma maratona de encontros e queremos amealhar o máximo de pontos possíveis. Discutimos sempre cada jogo para alcançar a vitória", frisou o técnico, em conferência de imprensa.

O clube do Bessa divide o comando da prova com Sporting e FC Porto, mas tem melhor diferença de golos, depois de já ter igualado o arranque mais produtivo da sua história à quinta jornada, ao acumular quatro vitórias e um empate, tal como sucedeu em 1995/96.

"A pressão é diária e aparece nos jogos e nos treinos. Sabemos do grau de exigência do próximo desafio. O Sp. Braga vem de dois resultados negativos - um na I Liga e outro para a Liga dos Campeões -, mas esperamos que esteja forte, até porque tem um plantel com muita qualidade, jogadores bons e experientes, e joga na sua casa", anteviu.

Petit espera prosseguir a toada de "bons resultados e qualidade de jogo" patenteada pelo Boavista - melhor ataque da prova, com 14 golos marcados -, que convive com salários em atraso e esteve impossibilitado pela FIFA de registar novos futebolistas no último defeso.

"Analisámos bem e vimos de que maneira podemos explorar o Sp. Braga, assim como os aspetos em que eles nos podem criar certas dificuldades. Dentro disso, vamos apresentar-nos bem e discutir os três pontos. Sabemos que é um jogo com um grau de exigência alta, mas não vamos mudar muito a nossa ambição e forma de estar", indicou.

Ao contrário dos minhotos, que perderam na visita ao Farense (3-1), na ronda anterior do campeonato, e na receção aos italianos do Nápoles (2-1), na jornada inaugural do Grupo C da Liga dos Campeões, as panteras ganharam os dois derradeiros encontros, o face ao lanterna-vermelha D. Chaves (4-1).

"Houve uma reação do adversário na segunda parte, mas, se formos a analisar os atletas do nosso plantel, quantos deles é que já tinham ido para o intervalo a ganhar por 4-0? Se calhar, para muitos deles, foi a primeira vez. Poderá ter havido algum deslumbramento e relaxamento.

No final, os próprios jogadores sentiram que a segunda parte não foi dentro daquilo que queríamos, mas é com esses pormenores que os podemos evoluir", admitiu.

Pedro Malheiro, habitual titular na posição de lateral direito, contraiu uma lesão muscular nesse último embate e vai ficar "algumas semanas" ausente dos relvados, juntando-se a César e Júlio Dabó no boletim clínico, do qual saiu esta semana o defesa Filipe Ferreira.

"O Pedro Malheiro já está connosco há algum tempo, conhece bem o que pretendemos e atravessava um bom momento, mas teve esta infelicidade. Agora, há que o recuperar e esperar que quem jogar naquela posição tenha o mesmo rendimento. Durante a semana, eu tenho a preocupação de falar alto nos treinos para que todos os atletas saibam o que têm de fazer numa função específica, caso um dia seja preciso", contou Petit, nomeando Luís Santos, Filipe Ferreira, Bernardo Conceição e Salvador Agra como pretendentes à vaga.

O Boavista, integrado no trio de líderes da I Liga, com 13 pontos, defronta o Sp. Braga, oitavo colocado, com sete, no domingo, às 20h30, no Estádio Municipal de Braga, em jogo da sexta jornada, sob arbitragem de Artur Soares Dias, da associação do Porto.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+