Tempo
|
A+ / A-

Tondela

Tozé Marreco: "Ninguém acredita em nós"

29 jul, 2022 - 13:29 • Redação

Treinador do Tondela assume dificuldade do clube em preparar a temporada sem reforços.

A+ / A-

Tozé Marreco, treinador do Tondela, diz que ninguém acredita que os beirões sejam capazes de vencer a Supertaça Cândido de Oliveira frente ao FC Porto. No entanto, o novo treinador vê uma janela de oportunidade.

O Tondela desceu de divisão e não pode contratar jogadores, por castigo da FIFA. No entanto, Tozé Marreco não vê isso como uma desculpa.

"O facto de não ser feita nenhuma pergunta sobre o Tondela na conferência do Sérgio é indicador claro de que ninguém acredita em nós. Se não formos nós a ter essa vontade de fazer história, não vale a pena. É preciso muita organização e não duvido que estamos preparados. O condicionamento que temos não será desculpa. Se perguntarem ao diretor-desportivo ou ao diretor-geral não houve um dia que perguntei por mercado", diz.

O treinador garante que sabia das dificuldades quando aceitou o cargo: "Enfrentamos uma situação que nenhum clube enfrentou na sua história. Causa muitas dificuldades, mas sabia das regras desde início e aceitei sabendo dessas premissas. É uma condicionante grande".

Tozé Marreco está satisfeito com o trabalho desenvolvido na pré-época e fala numa preparação normal para o jogo com os dragões.

"Houve abertura dos jogadores para as nossas ideias e o que queremos implementar. Estou contente com esse trabalho. Depois, a preparação do jogo foi igual a outro qualquer. A diferença é que jogamos com uma grande equipa. As premissas são as mesmas. A jogar com uma equipa contra o Porto tem muita coisa que nos pode fazer mal e muito poucas que podemos explorar. Temos de ser minuciosos", termina.

A Supertaça Cândido de Oliveira entre Porto e Tondela joga-se este sábado, às 20h45. O jogo, em Aveiro, terá relato na Renascença e acompanhamento, ao minuto, em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+