Tempo
|
A+ / A-

II Liga

Apesar da descida, Vítor Magalhães continua na presidência do Moreirense

15 jun, 2022 - 22:19 • Lusa

Empresário foi reconduzido na presidência, numas eleições em que era candidato único.

A+ / A-

O empresário Vítor Magalhães foi esta quarta-feira reconduzido por unanimidade na presidência do Moreirense, rumo ao biénio 2022-2024, durante uma Assembleia-geral extraordinária do clube despromovido à II Liga.

O dirigente tomou posse numa sessão realizada no auditório do Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos, cuja ordem de trabalhos passava pela "apresentação de soluções para o restabelecimento da normal atividade do clube".

A reunião tinha sido convocada pela também reeleita presidente da Mesa da Assembleia-geral, Serafina Pereira, na sequência da anulação das eleições dos órgãos sociais do Moreirense, que estavam agendadas para 12 de junho, mas não tiveram candidaturas.

Além da continuidade de Vítor Magalhães e Serafina Pereira, as quase três dezenas de associados ratificaram o regresso de Miguel Pinto, ex-presidente da Mesa da Assembleia-geral, para substituir Carlos Ferreira nas funções de líder do Conselho Fiscal e Disciplinar.

Natural da vila de Moreira de Cónegos, o empresário, de 70 anos, reassumiu em 2008/09 a presidência do Moreirense, que já tinha dirigido entre 1996/97 e 2003/04, sendo que, pelo meio, liderou os destinos do vizinho Vitória de Guimarães, de 2004/05 a 2006/07.

Depois da reedição das descidas de 2004/05 e 2012/13, Vítor Magalhães substituiu o treinador Ricardo Sá Pinto por Paulo Alves, com quem tem estado empenhado desde a semana passada na construção do plantel para atacar a subida já na próxima época.

Os minhotos fecharam a Liga Bwin no 16.º e antepenúltimo lugar, à frente dos condenados Tondela - que suplantaram na 34.ª e última jornada - e Belenenses, mas vacilaram no play-off (derrota por 0-2 fora e vitória 1-0 em casa) frente ao Chaves, terceiro colocado da II Liga, falhando a 13.ª presença, e nona consecutiva, na elite do futebol português.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+