Tempo
|
A+ / A-

Portimonense

Entre a "cereja no topo do bolo" e a "lufada de ar fresco", Paulo Sérgio vê dois dignos campeões

06 mai, 2022 - 21:09 • Redação

Treinador do Portimonense garante que a luta pelo título não interferirá na receção ao Sporting, da jornada 33 da I Liga.

A+ / A-

O treinador do Portimonense, Paulo Sérgio, não se arrisca a tentar adivinhar quem será o novo campeão nacional, entre FC Porto e Sporting. Independentemente do desfecho, diz que o título ficará bem atribuído.

"Qualquer um que venha a ser campeão será justo", afirmou o técnico, esta sexta-feira, na conferência de imprensa de antevisão da receção ao Sporting, a contar para a 33.ª jornada do campeonato.

O FC Porto lidera, com seis pontos de avanço. Contudo, o Sporting sonha com duas derrotas do rival, que lhe permitiriam, vencendo os seus jogos, passar para a frente da tabela classificativa à última hora. Paulo Sérgio aprova o campeão, seja qual for a cor e o nome do treinador.

"O Porto, como líder, é reconhecida a sua valia, a sua qualidade e trabalho coletivo, as suas dinâmicas, de uma liderança muito forte, muito Sérgio [Conceição], muito identificada e enraizada com as raízes do FC Porto. O Sérgio no FC Porto é a cereja no topo do bolo", salienta o técnico.

"O Sporting também fortíssimo, com muita qualidade. O Rúben [Amorim] é um excelente comunicador, deve ser muito agradável trabalhar com ele, ele é muito caro nas mensagens que passa. Gosto imenso de ouvir o Rúben falar e acho que é uma lufada de ar fresco neste nosso mundo dos treinadores, desde que chegou à I Liga", elogia Paulo Sérgio.

Em suma, Paulo Sérgio vê no FC Porto e Sporting "dois dignos competidores pelo título, duas equipas fortíssimas".

"Qualquer uma que venha a ganhar o título será inteiramente merecido, sabendo que o FC Porto tem uma vantagem substancial", ressalva.

Luta pelo título não interfere


A candidatura do Sporting está dependente do Portimonense de Paulo Sérgio. O treinador dos algarvios garante que a sua equipa vai tentar "competir" frente aos leões, "uma equipa com muita qualidade".

"Sabemos das dificuldades que vamos encontrar. Vamos procurar dar uma boa imagem e competir. Vamos tentar supreendê-los. Sabemos que não será fácil, mas essa é a nossa ambição. Independentemente de o objetivo principal [manutenção] ter sido atingido, temos de entrar sempre em campo dignificando a nossa profissão", sublinha o treinador.

A corrida ao título "nem interfere para o Porto nem interfere para o Sporting", que "em todos os jogos entra para ganhar". Assim, Paulo Sérgio não espera nem maiores, nem menores dificuldades no sábado, quer o jogo em Portimão comece com o título já decidido ou ainda por atribuir.

"Não há outra maneira, ninguém entra em campo a tirar o pé do acelerador. Ninguém entra para facilitar nada", reforça.

O Portimonense-Sporting joga-se no sábado, às 20h30, no Estádio Municipal de Portimão. Os leões podem entrar em campo já sem objetivos, caso o FC Porto empata ou vença na Luz. Relato em direto na Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+