Tempo
|
A+ / A-

Portimonense

Paulo Sérgio assume. "Mafra foi melhor do que nós, não foi o nosso dia"

13 jan, 2022 - 23:42 • Redação

Treinador do Portimonense reconhece que a equipa "perdeu uma grande oportunidade" e lamenta alguma apatia dos seus jogadores.

A+ / A-

Paulo Sérgio, treinador do Portimonense, assume a grande desilusão na derrota por 4-2 frente ao Mafra, da II Liga, que atira a equipa algarvia para fora da Taça de Portugal nos quartos de final. À Sport TV, o treinador assume que o Mafra foi superior.

"Entramos muito bem no jogo, mas sofremos muito cedo. Cometemos um erro para penálti, perdemos muitas oportunidades. Eles foram muito eficazes. Fizemos asneiras, sem bola parecíamos que tínhamos uma velocidade a menos do que o Mafra. O resultado avolumou-se, o Mafra foi melhor do que nós, tirou-nos do jogo animicamente. Estavamos avisados para isso. Disse logo que o Mafra tinha tanto direito a sonhar como nós", começou por dizer.

O Mafra vai defrontar o Tondela nas meias-finais, num caminho sem "grandes" até à final. Paulo Sérgio lamenta a oportunidade perdida e vira o foco para o campeonato, prova em que o Portimonense está no sétimo lugar, às portas de um lugar europeu.

"Sou o responsável, mas temos de dar resposta já no próximo encontro. Fomos muito apáticos, demos muitas facilidades. Não foi o nosso dia, temos de reagir porque vem aí uma segunda volta muito dura para disputar. Perdemos uma grande oportunidade. Fizemos um bom trabalho até aqui, o Portimonense não costuma chegar até aqui, mas estamos tristíssimos, queríamos dar uma outra alegria", termina.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+