Tempo
|
A+ / A-

I Liga

Toni Conceição: “Prefiro treinar o Braga do que um dos três grandes"

27 dez, 2021 - 10:45 • Carlos Dias

Formado no clube e com passagem enquanto treinador, o atual selecionador dos Camarões reconhece que orientar o Braga é um dos sonhos de carreira.

A+ / A-

Toni Conceição, atual selecionador dos Camarões, admite que tem o sonho de treinar a equipa principal do clube da sua terra, o Sporting de Braga.

O técnico de 60 anos foi jogador do Sporting de Braga, onde arrancou a carreira de treinador, como adjunto da equipa princiopal e treinador da formação e dos sub-23

Depois de passagens por vários clubes de Portugal, Arábia Saudita, Chipre e Roménia, o projeto seleção dos Camarões preenche a preocupação atual do treinador mas o futuro pode servir para cumprir um sonho.

“Estive muito tempo ligado ao Sporting de Braga, foram anos que marcaram. Se o meu desejo passa por treinar uma equipa grande? Respondo que provavelmente passa por treinar a equipa principal do Sporting de Braga. Se tivesse de escolher entre um dos três grandes e o Braga, escolhia o Braga, pelo coração”, diz.

O treinador continua a acompanhar com muita atenção a evolução do clube do seu coração. Com António Salvador como presidente o Sporting de Braga já esteve perto da conquista do título de campeão nacional, mas faltou investimento momento certo, refere o treinador nesta entrevista a Bola Branca.

"Faltou um pouco mais de investimento na equipa, de dotá-la com dois ou três jogadores acima da média para poder assumir a candidatura ao título e até ganhar o campeonato. O Braga esteve muito próximo com Domingos Paciência e Jesualdo Ferreira, mas faltou um rasgo na vertente desportiva. Foram oportunidades desperdiçadas", termina.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+