Tempo
|
A+ / A-

Alexandre Mestre

"Belenenses SAD deveria pedir adiamento do jogo formalmente"

02 dez, 2021 - 12:45 • José Barata

Alexandre Mestre, especialista em Direito do Desporto, acredita que a Belenenses SAD não deveria esperar que seja a Liga de Clubes a tomar a iniciativa de adiar jogo com o Vizela.

A+ / A-

O especialista em Direito do Desporto, Alexandre Mestre, considera que a Belenenses SAD deveria requerer o adiamento do jogo frente ao Vizela e não esperar que seja a Liga de Clubes a tomar a iniciativa.

A Belenenses SAD estranhou, em comunicado, o facto da Liga de Clubes ainda não ter adiado o jogo marcado para a proxima segunda-feira dia 6 no terreno do Vizela, para a I Liga.

Em comunicado, a SAD liderada por Rui Pedro Soares lembra que todos os jogadores, treinadores e equipa medica estão em isolamento devido à Covid-19, pelo menos até ao próximo dia 10.

A Belenenses SAD não apresenta o pedido formal de adiamento, mas considera que ao abrigo dos regulamentos a Liga deverá ser avançar para essa situação. Alexandre Mestre entende o argumento literal do clube lisboeta, mas acredita que o emblema deveria pedir o adiamento.

"No regulamento da Liga e neste artigo em concreto não está expressamente dito que tem de haver um requerimento, aos contrário de outros artigos. Se quisermos ter uma leitura literal não há essa necessidade, mas se olharmos para todo o regulamento no seu todo, percebemos que a lógica é que quando há uma alteração, quem quer que essa alteração aconteça, neste caso a Belenenses SAD tem de desencadear esse procedimento", começa por dizer, em Bola Branca.

O especialista entende que a "Liga, depois de receber a informação, poderá ela própria fazer diligências perante as autoridades de saúde, concluir se há ou não condições para a realização do jogo, e tem competência para decidir se haverá jogo ou não como o fez no jogo Tondela-Moreirense", entende.

Alexandre Mestre considera que o Belenenses SAD deverá seguir o exemplo do Tondela que pediu o adiamento do jogo com o Moreirense devido à Covid. Pedido que foi aceite pelo clube de Moreira de Cónegos e pela Liga de Clubes.

"A Liga para agir em conformidade e com a lógica processual mais correta, parece-me que era a de haver um requerimento do interessado, que neste caso é a Belenenses SAD, o mais normal seria esta a pedir o adiamento do jogo com fez a SAD do Tondela", conclui.

O que aconteceu no Belenenses SAD-Benfica?

No sábado, o Belenenses SAD entrou em campo com apenas nove jogadores, dois deles guarda-redes, disponíveis para defrontar o Benfica, devido ao surto de Covid-19 que atingiu o plantel. O encontro foi suspenso no início da segunda parte, aos 48 minutos, depois de João Monteiro ter alegado lesão, deixando os azuis sem o número mínimo de futebolistas legalmente exigido para o desenrolar de um jogo (sete).

Na segunda-feira, o Belenenses SAD pediu a repetição do jogo com o Benfica, baseando-se no art. 45.º, n.º 4 do Regulamento de Competições, segundo o qual "quando o jogo tiver sido dado por findo pelo árbitro antes do termo do seu tempo regulamentar, o resultado que o mesmo registe não será homologado, sendo designado novo jogo pela Liga Portugal, salvo nos casos expressamente previstos nos regulamentos".

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol instaurou um processo disciplinar com "natureza urgente" ao Belenenses SAD, devido à insuficiência de jogadores que levou ao fim antecipado do jogo com o Benfica, de acordo com comunicado do organismo.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+