Tempo
|
A+ / A-

"O Jogo Ainda Não Acabou"

Covid-19. Liga e Governo lançam campanha de sensibilização

25 nov, 2021 - 13:13 • Redação

"O jogo ainda não acabou". Liga Portugal, Governo, DGS e SNS apelam ao uso de máscara e cumprimento das normas básicas de higiene, de forma a "evitar medidas mais restritivas".

A+ / A-

Liga Portugal, Direção-Geral da Saúde (DGS), Serviço Nacional de Saúde (SNS) e Governo lançam, para as jornadas 12 das I e II Ligas de futebol, este fim de semana, uma campanha de sensibilização para o cumprimento e reforço das medidas básicas de combate à Covid-19.

"Este jogo ainda não acabou" é o lema da campanha, que "pretende alertar a população portuguesa para a necessidade de reforçar as medidas de higiene e de saúde pública", segundo comunicado conjunto.

"A Liga Portugal, com a colaboração das 34 Sociedades Desportivas, a Direção-Geral da Saúde, Governo e SNS uniram-se para o arranque da campanha, que recorda que o uso da máscara deve ser reforçado, especialmente em espaços fechados, e que medidas como o distanciamento, arejamento de espaços interiores e higiene das mãos, entre outras, são essenciais para prevenir esta e outras infeções respiratórias durante a época de outono-inverno", lê-se.

Liga, Governo, DGS e SNS recordam que, nesta fase, a vacinação da população "está em fase de aceleração", pelo que "é importante proteger quer os mais jovens, (...) quer as pessoas mais idosas e vulneráveis":

"O jogo ainda não acabou e para que seja possível evitar medidas mais restritivas todos temos um papel importante a desempenhar."

Esta campanha, preparada em articulação entre Liga, Governo, DGS e SNS, reúne jogadores de todos os clubes do futebol profissional, que apelam à segurança na saúde e proteção contra a Covid-19, sob o mote de que "na luta contra a pandemia somos todos da mesma equipa".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+