Tempo
|
A+ / A-

Violência no estádio do Maracanã atrasa jogo Brasil-Argentina

22 nov, 2023 - 07:35 • Lusa

Adeptos invadiram o campo e as forças policiais intervieram e começaram a confrontar-se com os adeptos argentinos. Veja as imagens.

A+ / A-
Violência no estádio do Maracanã atrasa jogo Brasil-Argentina
Violência no estádio do Maracanã atrasa jogo Brasil-Argentina

O encontro entre Brasil e Argentina, da sexta jornada da zona sul-americana de apuramento para o Mundial de futebol de 2026, começou com um atraso de quase meia hora, devido a confrontos nas bancadas do Maracanã.

Na altura em que se entoavam os hinos, pouco antes das 00h30 (em Lisboa), começaram confrontos nas bancadas entre adeptos argentinos e brasileiros, misturados atrás de uma das balizas do Estádio Maracanã, no Rio de Janeiro.

As forças policiais intervieram e começaram a confrontar-se com os adeptos argentinos.

Assim que terminaram os hinos, os jogadores da Argentina deslocaram-se até ao local, tentando acalmar os adeptos, mas os confrontos prosseguiram e os comandados de Lionel Scaloni recolheram aos balneários.

Pelo contrário, os jogadores brasileiros, liderados por Fernando Diniz, mantiveram-se no relvado.

Depois de alguns minutos, os polícias conseguiram criar um cordão de segurança e isolar os adeptos argentinos, acalmando os ânimos.

Pelas 00h53 (em Lisboa), a seleção argentina voltou ao relvado, reiniciando os exercícios de aquecimento e o encontro começou, finalmente, quatro minutos depois.

Veja as imagens da noite:


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+