Tempo
|
A+ / A-

Al-Gharafa

Pedro Martins quer ser campeão no Qatar, mas "o foco continua a ser noutros campeonatos"

29 nov, 2022 - 10:10 • Carlos Dias com Redação

Treinador português orienta o Al-Gharafa, que tem condições ao nível dos melhores clubes mundiais.

A+ / A-

Pedro Martins quer ser campeão no Al-Gharafa, mas continua a pensar noutros campeonatos de maior dimensão.

O treinador português aceitou o convite para treinar no Qatar depois de ter deixado o Olympiacos este verão. Em declarações à imprensa à margem do Campeonato do Mundo, no país, Pedro Martins explicou o projeto.

"Recebi o convite do presidente e do Antero Henrique [diretor-desportivo da liga]. Explicaram-me o projeto do clube e do futebol no Qatar, do que querem implementar. Estava desempregado, no meu horizonte passava por treinar uma equipa no Médio Oriente, não num futuro muito próximo. Ponderei e vim para cá. Quero ter sucesso aqui, mas o foco continua a ser outros campeonatos, como é evidente e não escondo", disse.

O Al-Gharafa não é campeão desde 2009/10, num campeonato que tem sido dominado pelo Al-Duhail e pelo Al-Sadd. O objetivo é ter sucesso: "Há 10 anos que o clube não ganha. Vim para isso, não vou esconder".

Apesar das restrições de plantel, Pedro Martins gosta do plantel à disposição, com um ex-FC Porto em destaque.

"É possível ter cinco estrangeiros, quatro deles de qualquer país e um tem de ser asiático. Estamos bem servidos nesse aspeto. Temos o Brahimi, o Belfodil e o Tahrat. Temos também muita juventude. A base dos sub-19 do Qatar é da nossa equipa, temos três internacionais sub-23 e três internacionais A que estão no Mundial", explica.

Pedro Martins tem vasta experiência em provas europeias e acredita que o Al-Gharafa não fica atrás em termos de condições.

"O clube tem condições absolutamente fantásticas. Conheço muitos clubes e este está ao nível das melhores equipas. Há uma necessidade de implementar algo de maior rigor e profissionalismo, mas de condições de trabalho são de topo", termina.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+