Tempo
|
A+ / A-

Mundial 2022

Carlos Queiroz e o "dia fantástico" do Irão. "Voltámos a jogar futebol"

25 nov, 2022 - 16:08 • Redação

Técnico português diz que os seus jogadores "são merecedores de toda a atenção e respeito". Contudo, avisa que o apuramento para os oitavos de final do Mundial ainda está por garantir.

A+ / A-

Carlos Queiroz ficou feliz com a vitória do Irão sobre o País de Gales, por 2-0, esta sexta-feira, na segunda jornada do Mundial 2022.

Em declarações no final da partida, o treinador português salientou que "isto é o início" e que o apuramento para os oitavos de final ainda não está ganho. Ainda assim, não escondeu a satisfação pela primeira vitória.

"Hoje [sexta-feira] foi um dia fantástico para nós. Voltámos a jogar futebol e não tenho como agradecer aos nossos jogadores. Eles foram brilhantes e são merecedores de toda a atenção e respeito. Hoje, os nossos adeptos perceberam que estes rapazes adoram jogar futebol", assinalou.

Palavras que contrastam com as declarações após a primeira jornada do grupo B, em que o Irão foi goleado pela Inglaterra (6-2). Na altura, Carlos Queiroz disse que os jogadores iranianos ainda não tinham conseguido concentrar-se em pleno no futebol, devido à tensão política no seu país.

"Com todos os problemas com que os jogadores estão a lidar, é muito difícil haver concentração. (...) Viemos cá para jogar, mas não é o que temos estado a fazer. Para ser claro, não precisamos de adeptos que só apoiam a equipa quando vence, podem ficar em casa", disse então.

Com a vitória sobre o País de Gales, o Irão somou os primeiros três pontos na competição. A equipa de Carlos Queiroz está no segundo lugar, com os mesmos pontos da Inglaterra, que ainda vai jogar com os Estados Unidos da América. Galeses e norte-americanos têm um ponto, cada.

[notícia atualizada às 16h55]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+