Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Mundial 2022

Suíço-camaronês dá vitória à Suíça sobre os Camarões

24 nov, 2022 - 11:59 • Inês Braga Sampaio

Breel-Donald Embolo nasceu nos Camarões, naturalizou-se suíço e não celebrou depois de marcar o único golo da vitória (1-0) dos europeus sobre os africanos, no Mundial 2022.

A+ / A-
Foto: Noushad Thekkayil/EPA
Foto: Noushad Thekkayil/EPA
Foto: Abir Sultan/EPA
Foto: Abir Sultan/EPA
Foto: Rolex Dela Pena/EPA
Foto: Rolex Dela Pena/EPA
Foto: Abir Sultan/EPA
Foto: Abir Sultan/EPA
Foto: Abir Sultan/EPA
Foto: Abir Sultan/EPA
Foto: Noushad Thekkayil/EPA
Foto: Noushad Thekkayil/EPA
Foto: Noushad Thekkayil/EPA
Foto: Noushad Thekkayil/EPA
Foto: Abir Sultan/EPA
Foto: Abir Sultan/EPA
Foto: Noushad Thekkayil/EPA
Foto: Noushad Thekkayil/EPA
Foto: Rolex Dela Pena/EPA
Foto: Rolex Dela Pena/EPA
Foto: Abir Sultan/EPA
Foto: Abir Sultan/EPA

O duelo entre Suíça e Camarões, da primeira jornada do grupo G do Mundial 2022, foi decidido por um jogador de ambos os países.

Breel-Donald Embolo nasceu em Yaoundé, nos Camarões, no dia 14 de fevereiro de 1997. Mudou-se para França aos cinco anos de idade e, um ano depois, rumou à Suíça. Naturalizou-se suíço e, em 2014, desejado por ambas as seleções, escolheu a europeia. Esta quinta-feira, aos 25 anos, marcou o único golo da vitória da Suíça sobre os Camarões, por 1-0.

Na primeira parte brilharam os Camarões, que deixavam a Suíça ter a bola sem grande perigo e, nas transições, deixavam a defesa helvética em grandes apuros. Porém, não conseguiram aproveitar as ocasiões que criaram e, perto do intervalo, os suíços começaram a superiorizar-se.

"Traição" e continuação do calvário camaronês


Foi nesse tom que a segunda parte iniciou e, aos 48 minutos, Xherdan Shaqiri cruzou rasteiro, desde o corredor direito, para a área, onde apareceu, totalmente solto, Embolo, a rematar certeiro. O ponta de lança do Mónaco não celebrou, por respeito ao país que o viu nascer.

Depois dos 70 minutos, entraram dois conhecidos do futebol português: o camaronês Vincent Aboubakar, ex-FC Porto, e Haris Seferovic, cedido pelo Benfica ao Galatasaray. O suíço teve o 2-0 nos pés, mas falhou.

O resultado não se alterou e a Suíça confirmou a estreia vitoriosa, a sexta consecutiva (desde 1994). Já os Camarões somam a oitava derrota seguida em Campeonatos do Mundo - não ganham desde 2002. As seleções africanas continuam sem ganhar, nem marcar, no Qatar.

A Suíça assume a liderança do grupo G, com três pontos, à espera do que façam Brasil e Sérvia no outro jogo do grupo, a partir das 19h00, em Lusail. Os Camarões ocupam a última posição, sem pontos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+