Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Qatar 2022

A dois dias do Mundial, Qatar proíbe venda de cerveja nos estádios

18 nov, 2022 - 11:42 • Redação

Esta mudança de última hora estará relacionada com um pedido da família real do Qatar. A cerveja será apenas vendida nas "fan zones" e outros espaços autorizados.

A+ / A-

A FIFA anunciou a proibição de venda de cerveja com álcool nos estádios do Qatar durante o Mundial 2022. A prova arranca dentro de dois dias, no domingo.

A Budweiser, parceiro oficial da competição, apenas poderá comercializar a "Bud Zero", a sua cerveja sem álcool, nos recintos da prova.

"Depois de discussões entre as autoridades do país e a FIFA, foi tomada uma decisão no sentido de serem retirados pontos de venda de cerveja nos estádios e recintos à volta.

A venda de bebidas alcoólicas ficará restrita à "fan festival" e outros locais de concentrações de adeptos", pode ler-se no comunicado da FIFA.

A Budweiser reagiu com ironia à decisão, num tweet entretanto apagado. "Bem, isto é constrangedor", podia ler-se na publicação.

Seis problemas a ensombrar o Mundial do Qatar
Seis problemas a ensombrar o Mundial do Qatar

Segundo a imprensa inglesa, o pedido partiu da família real do Qatar. Durante o Mundial, os regulamentos do país foram relaxados, mas o álcool continua a não ser vendido em supermercados e os preços das bebidas podem alcançar valores muito elevados – um litro de cerveja chega a custar mais de 13 euros.

[Atualizado às 11h52]

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+