Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Ten Hag

Ronaldo não saiu do banco no dérbi de Manchester "por respeito à sua carreira"

03 out, 2022 - 09:57 • Redação

O Manchester United foi goleado pelo Manchester City, por 6-3. Treinador também justifica ausência de Casemir do 11 titular.

A+ / A-

Cristiano Ronaldo ficou no banco no dérbi de Manchester, em que o City venceu o United por 6-3, mas o internacional português foi titular nas manchetes dos jornais. Ao ponto de Erik ten Hag ter de justificar a opção.

O treinador neerlandês explica que não meteu Ronaldo, "por respeito à sua grande carreira". Optou por lançar Martial, que marcou dois golos, porque o francês "precisa de minutos".

O Manchester City chegou ao intervalo a vencer por 4-0, mas o técnico só mexeu na defesa no início da segunda parte. Mais tarde colocou Fred, Martial e Casemiro em campo.

O internacional brasileiro, contratado ao Real Madrid, também não foi titular e ten Hag explica que "não é nada contra o Casemiro, é pelo McTominay". "No dia em que o contratámos [Casemiro], começámos a vencer. Tenho certeza de que ele será importante para a equipa. A curto prazo, ele vai estar dentro da equipa, mas isso terá de acontecer de forma natural", afirma.

O Manchester United perde 6-3 com o Manchester City. Phil Foden e Haaland marcaram três golos cada um. Antony e Martial, por duas vezes, fizeram os golos do United. João Cancelo e Bernardo Silva foram titulares no City; Dalot e Bruno Fernandes jogaram pelos "red devils"; Rúben Dias e Ronaldo não saíram dos bancos.

O Manchester City está no segundo lugar, um ponto atrás do Arsenal, que lidera. O Manchester United está no 6.º lugar, a nove pontos do Arsenal.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+