Tempo
|
A+ / A-

Taremi protesta nas redes sociais em defesa de Mahsa Amini

28 set, 2022 - 16:27 • Carlos Calaveiras

Jogador do FC Porto toma posição, nas redes sociais, contra a ação do seu governo.

A+ / A-

O avançado Mehdi Taremi, do FC Porto, juntamente com outros jogadores da seleção iraniana, tomou posição pública na polémica relacionada com a morte de Mahsa Amini.

Taremi, Sardar Azmoun e Vahid Amiri alteraram as respetivas fotos de perfil nas redes sociais para um fundo preto. Já Karim Ansarifard colocou uma foto do mapa do Irão todo a preto.

A seleção do Irão, treinada por Carlos Queiroz, empatou, esta terça-feira, com o Senegal, em jogo particular de preparação para o Mundial 2022, no Qatar.

Na altura de tocar o hino, os jogadores iranianos cantaram o hino com kispos pretos vestidos, em protesto com a ação policial e em homenagem a Mahsa Amini

Tem havido vários protestos no Irão desde a morte de Mahsa Amini, uma jovem detida pela chamada “polícia da moralidade” por alegadamente não usar corretamente o hijab em público.

Segundo a ONG anti-regime Iran Human Rights (IHR), sediada em Oslo, pelo menos 75 pessoas já foram mortas no Irão na repressão das manifestações iniciadas há dez dias.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+