Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Mundial 2022

FIFA investiga lasers apontados à cara dos jogadores do Egito

30 mar, 2022 - 14:39 • Lusa

Em causa estão focos de luz verde foram apontados às caras dos jogadores egípcios ao longo da partida frente ao Senegal, principalmente na marcação das grandes penalidades.

A+ / A-

A FIFA vai analisar os relatórios da receção de terça-feira do Senegal ao Egito, treinado pelo português Carlos Queiroz, devido à projeção de raios laser sobre os futebolistas visitantes, eliminados do Mundial 2022 no desempate por grandes penalidades.

"A FIFA está agora no processo de análise dos relatórios oficiais do jogo de qualificação para o Mundial. A informação relevante será avaliada pelos órgãos disciplinares competentes para se decidir que passos serão tomados", disseram à agência noticiosa EFE fontes daquele organismo.

Em causa estão focos de luz verde apontados às caras dos jogadores egípcios ao longo da partida, mas também nos momentos decisivos da marcação das grandes penalidades.

O Senegal qualificou-se para a fase final do certame mundial graças ao triunfo caseiro por 1-0 e posterior desempate da eliminatória da marca dos 11 metros, por 3-1. Na primeira mão, a equipa de Carlos Queiroz tinha vencido por 1-0.

Após o encontro que deixou o Egito fora do Mundial 2022, o treinador português referiu, numa mensagem nas redes sociais em jeito de despedida, que o "sonho acabou", deixando um agradecimento à federação egípcia pela "honra de ser selecionador"

Depois do jogo, a Federação Egípcia de Futebol acusou os adeptos senegaleses de insultarem e intimidarem os jogadores do Egito.

O jogo terminou com a vitória do Senegal, que depois de ter perdido a primeira mão, por 1-0, venceu, nos 90 minutos, pelo mesmo resultado. Nos penáltis, a seleção senegalesa voltou a ser mais competente e carimbou presença no Qatar.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+