Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Cristiano Ronaldo e Messi são os reis dos "hat-tricks" desde 2000

28 jan, 2022 - 15:02 • Redação

Português e argentino somaram 48 "hat-tricks" nos últimos 22 anos. Lewandowski, terceiro colocado, tem menos de metade.

A+ / A-

Nenhum jogador fez mais "hat-tricks" - três golos num só jogo - desde 2000 do que Cristiano Ronaldo e Lionel Messi.

O estudo do portal "Transfermarkt", que contempla os jogadores das cinco principais Ligas - Inglaterra, Espanha, Itália, França e Alemanha - mas estende-se a todas as competições que eles disputam, coloca o português e o argentino no topo, com 48 "hat-tricks", cada.

Messi leva vantagem sobre Ronaldo, uma vez que chegou aos 48 "hat-tricks" em menos quase cem jogos do que o português. O avançado do Paris Saint-Germain conseguiu-o em 795 jogos (0,060 por jogo); o do Manchester United alcançou a marca em 887 partidas (0,054).

O polaco Robert Lewandowski está em terceiro, com menos de metade dos "hat-tricks": 23 em 544 jogos (média de 0,042). Em quarto, surge o uruguaio Luis Suárez, com 18 em 483 jogos (0,037). O alemão Mario Gómez, que já se retirou, fecha o "top-5", com 17 em 479 jogos (0,035).

Thierry Henry, que passou por Arsenal, Barcelona e Juventus, entre outros, é o único jogador na lista que se reformou até 2015. O antigo avançado internacional francês marcou 11 "hat-tricks" em 472 jogos entre 2000 e 2014, o que dá uma média de 0,023 por encontro.

Cristiano Ronaldo representou, até agora, Sporting, Manchester United, Real Madrid e Juventus. Leo Messi jogou, até ver, por Barcelona e PSG.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+