Tempo
|
A+ / A-

Manchester United

Cristiano Ronaldo alcança os 800 golos na carreira

02 dez, 2021 - 22:16 • Inês Braga Sampaio

#CR801, que apontou um bis, Bruno Fernandes, que também marcou, e Diogo Dalot, que foi titular, derrotaram o Arsenal, que teve Nuno Tavares no onze inicial, por 3-2, em Old Trafford.

A+ / A-

O Manchester United derrotou o Arsenal, por 3-2, esta sexta-feira, num jogo em que os portugueses estiveram em destaque. Especialmente Cristiano Ronaldo, que chegou aos 800 (e 801) golos na carreira.

O marcador foi aberto aos 13 minutos, num lance que promete fazer correr tinta. Na sequência de um pontapé de canto, já com o guarda-redes do United, David De Gea, no chão, lesionado e fora da jogada, a bola sobrou para a entrada da área e Emile Smith-Rowe rematou certeiro à baliza. Como o árbitro não tinha interrompido, o golo valeu.

No entanto, aos 44 minutos, Jadon Sancho fez diabruras na ala esquerda, antes de filtrar um passe para a área, para Fred. O médio brasileiro ofereceu o golo de bandeja a Bruno Fernandes, que não perdoou.

#CR801


No início da segunda parte, Marcus Rashford subiu pelo corredor direito e, entre a passividade da defesa dos "gunners", cruzou rasteiro para Ronaldo que, de primeira, colocou o Manchester United pela primeira vez na frente. Era o golo 800 da carreira do internacional português.

Foi sol de pouca dura. Aos 54 minutos, Thomas Partey abriu na direita para Gabriel Martinelli, que cruzou de primeira, rasteiro, para Martin Odegaard. Também ao primeiro toque, o norueguês "fuzilou" De Gea.

Porém, tão depressa Odegaard foi herói como vilão. Ao minuto 68, derrubou Fred na área e, dois minutos depois, o videoárbitro confirmou a existência de grande penalidade. Na cobrança, Cristiano Ronaldo disparou forte ao centro, enganando Aaron Ramsdale e, com o golo 801 como profissional, deu os três pontos ao Manchester United.

Diogo Dalot também foi titular pelo United que, com esta vitória, sobe ao sétimo lugar da Premier League, com 21 pontos. Menos dois do que o Arsenal, quinto, que contou com Nuno Tavares no onze titular.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+