Tempo
|
A+ / A-

Alemanha reduz lotação máxima dos estádios para 15 mil pessoas

02 dez, 2021 - 20:20 • Lusa

Estádios com capacidade total inferior a 30 mil pessoas ficarão limitados a 50% da lotação. Dortmund vai reembolsar adeptos que compraram bilhetes para o clássico com o Bayern.

A+ / A-

As autoridades alemãs acordaram, esta quinta-feira, reduzir a lotação máxima dos recintos desportivos ao ar livre para 15.000 pessoas, embora alguns estados germânicos mantenham a intenção de ter estádios vazios, devido ao aumento de casos de Covid-19 no país.

A escalada de casos de infeção na Alemanha, além do aparecimento da mais recente variante do novo coronavírus, Ómicron, nas últimas semanas levaram os governos federais a limitar o número de espetadores. Estádios com capacidade total inferior a 30.000 pessoas ficarão limitados a 50% da lotação.

Perante as novas medidas, o Borussia de Dortmund, cujo estádio tem capacidade para 81.000 pessoas, já anunciou que vai reembolsar os adeptos que compraram bilhete para a partida de sábado com o Bayern de Munique, a contar para a Bundesliga, e que irá emitir novos ingressos.

O estado da Saxónia, que tem o maior índice de infeção com o novo coronavírus na Alemanha, vedou por completo o acesso dos espetadores aos estádios, algo que a Baviera também planeia seguir.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+