Tempo
|
A+ / A-

Jogadora do PSG libertada após ser interrogada sobre agressões a companheira de equipa

11 nov, 2021 - 19:29 • Lusa

Aminata Diallo terá organizado ataque violento contra Kheira Hamraoui, sua colega de equipa no clube e na Seleção.

A+ / A-

A futebolista do Paris Saint-Germain Aminata Diallo, que se encontrava detida para interrogatório na sequência das agressões à companheira de equipa, Kheira Hamraoui, foi esta quinta-feira libertada, revelou o Ministério Público francês à agência France-Presse.

Uma amiga de Aminata Diallo, que estava detida em Lyon, depois de interrogada acerca do caso das agressões a Kheira Hamraoui, também foi libertada, informou a promotora Maryvonne Caillibotte.

A futebolista internacional francesa Aminata Diallo, do PSG, tinha sido detida na quarta-feira para interrogatório, por suspeita de ter contratado dois homens para atacarem Kheira Hamraoui, colega de equipa e de seleção, anunciou o clube parisiense.

"O Paris Saint-Germain informa da detenção policial para interrogatório de Aminata Diallo, na sequência de uma investigação aberta após um ataque levado a cabo na quinta-feira à noite, após um encontro de jogadoras do clube", referiu o clube, em comunicado.

De acordo com o jornal 'L'Équipe', a médio Aminata Diallo terá organizado um ataque violento contra a colega de equipa, que joga na sua posição, levado a cabo após um jantar entre atletas e equipa técnica.

O jornal explica que, nessa noite, Kheira Hamraoui, que apanhou boleia com Diallo, foi agredida por dois homens encapuzados, que a obrigaram a sair do carro e lhe bateram nas pernas, causando vários ferimentos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+