Tempo
|
A+ / A-

Mourinho: “Não preciso de fazer uma pausa, estou sempre no futebol”

19 abr, 2021 - 22:05 • Lusa

Embora não se tenha alongado muito, o técnico luso falou pela primeira vez, junto à sua casa na cidade de Londres, sobre a saída dos 'spurs', anunciada na manhã desta segunda-feira.

A+ / A-

O treinador português José Mourinho disse esta segunda-feira que "não necessita de fazer uma pausa", após deixar o comando técnico dos ingleses do Tottenham, e frisou estar "sempre no futebol".

Embora não se tenha alongado muito, o técnico luso falou pela primeira vez, junto à sua casa na cidade de Londres, sobre a saída dos 'spurs', anunciada na manhã desta segunda-feira.

"Eu não vou falar. Você [jornalista] conhece-me e sabe que eu não vou dizer nada", começou por referir Mourinho, à cadeia televisiva Sky Sports, acrescentando: "Não há necessidade, não há necessidade [de parar]. Não preciso de pausas. Estou sempre no futebol."

A saída de Mourinho do clube londrino, após um ano e cinco meses, aconteceu poucas horas depois de o actual sétimo classificado da Liga inglesa ser anunciado como membro fundador da nova Superliga europeia, que ameaça a 'hierarquia' do futebol.

Na sua passagem pelo Tottenham, Mourinho somou 44 vitórias, 19 empates e 23 derrotas, com 166 golos marcados e 103 sofridos, e, no domingo, já não vai ter a possibilidade de conquistar a Taça da Liga inglesa, frente ao Manchester City.

O Tottenham foi o oitavo clube da carreira de Mourinho, depois de Benfica, União de Leiria, FC Porto, Chelsea, Inter Milão, Real Madrid e Manchester United.

Ao longo da carreira, Mourinho conquistou duas vezes a Liga dos Campeões, duas Liga Europa e os campeonatos em Portugal, Espanha, Itália e Inglaterra, entre outros troféus.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Ivo Pestana
    20 abr, 2021 Funchal 11:57
    O melhor para o Mourinho, agora, seria uma seleção nacional. Alemanha, Brasil ou Inglaterra. Embora grandes clubes vão precisar de treinador. Este homem bom de Setúbal que ajude a sua terra. Força Mourinho, ainda me lembro do seu pai, Félix Mourinho agachado no banco do União da Madeira, no Estádio dos Barreiros. Tenho tido alegrias no futebol à conta do Mourinho e isto não esqueço.

Destaques V+