Tempo
|
A+ / A-

Fórmula 1

Mattia Binotto demite-se de chefe de equipa da Ferrari

29 nov, 2022 - 09:41 • Redação

Ferrari começou época de forma promissora, mas vários erros estratégicos afastaram a equipa italiana e os seus pilotos da luta pelo título. Verstappen e Red Bull foram os campeões da época.

A+ / A-

O italiano Mattia Binotto vai deixar de ser o diretor da equipa de Fórmula 1 da Ferrari no final do ano, após uma temporada atribulada, anunciou a escuderia italiana.

"A Ferrari anuncia que aceitou a demissão de Mattia Binotto, que vai deixar o cargo de diretor de equipa da escuderia Ferrari em 31 de dezembro", lê-se num comunicado da equipa.

Na mesma nota, Binotto diz que, "com pesar", decidiu terminar a sua colaboração com a Ferrari, uma empresa que diz amar e na qual trabalha há 28 anos, garantindo que fez "todo o possível para alcançar os objetivos definidos".

"Deixo uma equipa unida e em crescimento. Uma equipa forte, preparada para alcançar os maiores objetivos, à qual desejo o melhor para o futuro. Acredito que é correto dar este passo neste momento, por muito difícil que tenha sido tomar esta decisão", referiu.

Depois de duas temporadas sem triunfos, a Ferrari começou muito bem esta temporada, com o monegasco Charles Leclerc a somar duas vitórias nas três primeiras corridas.

Contudo, alguns erros estratégicos da equipa nas corridas seguintes fizeram aumentar as críticas à liderança de Binotto e a uma conquista tranquila do título mundial pelo neerlandês Max Verstappen (Red Bull).

Leclerc terminou o campeonato na segunda posição, a 146 pontos de Verstappen, e o espanhol Carlos Sainz foi quinto, a 208.

No Mundial de construtores, a Ferrari terminou na segunda posição, com 554 pontos, a 205 da campeã Red Bull.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+