Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Audi entra na Fórmula 1 em 2026

26 ago, 2022 - 14:34 • Lusa

A marca alemã registou-se como fornecedora de motores e ainda não esclarece se irá ter uma equipa oficial.

A+ / A-

A Audi vai entrar no Campeonato do Mundo de Fórmula 1 a partir de 2026 como fornecedora de unidades motrizes, anunciou a empresa alemã, esta sexta-feira.

A partir de 2026, os novos regulamentos da Fórmula 1 vão colocar mais ênfase na componente elétrica das unidades motrizes, um pré-requisito para a decisão da Audi entrar no Mundial.

As novas unidades de potência vão consistir numa bateria, eletrónica, num motor de combustão e num motor elétrico, que debotará praticamente a mesma potência que o motor de combustão interna de 1,6 litros, que utilizará combustíveis mais sustentáveis.

"Quero anunciar oficialmente que a Audi registou-se como construtor de motores de Fórmula 1. Assim, em 2026 começaremos a competir" no Mundial, disse o diretor executivo da Audi, Markus Duesmann, à margem do Grande Prémio da Bélgica, que se disputa no domingo.

O mesmo responsável frisou que "as corridas fazem parte do ADN da Audi". "Se pensarmos em Le Mans e no [Rali] Dakar, fomos sempre bem-sucedidos. É a altura ideal para entrarmos na F1, com a mudança de regulamentos", disse ainda Markus Duesmann.

Para já, ainda não foi divulgado se a Audi vai gerir a sua própria equipa ou se irá ser apenas fornecedora de motores.

A marca alemã é a segunda mais bem-sucedida nas 24 Horas de Le Mans, a mais famosa das provas de resistência automóvel, com 13 vitórias, tendo começado a desenvolver motores elétricos em 2012.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+