Tempo
|
A+ / A-

Seleção Nacional

Nuno Mendes pode falhar o resto do Mundial 2022

30 nov, 2022 - 19:46 • Redação

Lateral-esquerdo da seleção nacional foi substituído, devido a lesão, durante a primeira parte do jogo com o Uruguai.

A+ / A-

Nuno Mendes pode falhar o resto do Mundial 2022 devido a lesão, segundo avança o jornal francês "L'Équipe", esta quarta-feira.

Para já, não há informação oficial da Federação Portuguesa de Futebol sobre a lesão do lateral-esquerdo da seleção nacional, que foi substituído durante a primeira parte do jogo com o Uruguai, na segunda-feira.

O "L'Équipe" adianta que a lesão de Nuno Mendes, na coxa esquerda, é semelhante à que contraiu com o PSG em outubro, que o deixou fora da competição durante três semanas, até ao final do mês. O defesa chegou condicionado ao estágio da seleção e não treinou nos primeiros dias. Desde então, tem treinado de forma intermitente, até ao jogo com o Uruguai. Esta quarta-feira e na véspera, limitou-se a fazer tratamento.

Nuno Mendes, que falhara o jogo de estreia de Portugal no Mundial, com o Gana, jogou os primeiros 42 minutos frente aos uruguaios, porém, não aguentou mais e acabou por ser substituído por Raphael Guerreiro. O jovem de 20 anos saiu de campo pelo próprio pé, mas em lágrimas.

Esteja ou não fora do Mundial, é praticamente certo que Nuno Mendes falhará a última jornada da fase de grupos, diante da Coreia do Sul. Em primeiro lugar no grupo H, com seis pontos, Portugal já está apurado para os oitavos de final e Fernando Santos deverá rodar a equipa.

O Portugal-Coreia do Sul está agendado para as 15h00 de sexta-feira e terá relato na Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+