Tempo
|
A+ / A-

Mundial 2022

Portugal-Uruguai. Oportunidade de "desforra" com o carrasco de 2018

01 abr, 2022 - 19:25 • Redação

Portugal defronta seleção de Coates e Ugarte, do Sporting, e Darwin, do Benfica, na fase de grupos do Mundial do Qatar.

A+ / A-

Portugal volta a defrontar a seleção uruguaia no Mundial 2022, depois da eliminação na Rússia, em 2018.

As seleções portuguesa e uruguaia estão no Grupo H, juntamente com Coreia do Sul e Gana, para o Mundial do Qatar.

Portugal e Uruguai voltam a medir forças depois de se terem encontrado em 2018, na altura, a contar para os oitavos de final do Mundial 2018. Em Sochi, dois golos de Edinson Cavani chegaram para derrotar, por 2-1, a seleção orientada por Fernando Santos, que ainda reagiu com um golo de Pepe, insuficiente para operar a reviravolta.

Na altura, a seleção sul-americana ainda era orientada por Óscar Tabárez, que, entretanto, depois de mais de 15 anos no cargo, disse adeus à seleção.

O substituto é Diego Alonso, jovem treinador de 46 anos, que comandou a equipa ao terceiro lugar do grupo sul-americano de qualificação para o Mundial 2022, apenas atrás de Brasil e Argentina.

Caras conhecidas e um possível desempate


Entre as caras uruguaias, são várias as que jogam no campeonato português. Desde os sportinguistas Sebastián Coates e Manuel Ugarte, ao benfiquista, e melhor marcador do campeonato, Darwin Núñez.

Também não menos conhecidos são os nomes de Luis Suárez, avançado do Atlético de Madrid, Federico Valverde, médio do Real Madrid, e, claro está, Edinson Cavani, que perfila no Manchester United.

Este encontro poderá servir para desempatar o histórico de confrontos entre as duas seleções, neste momento igualado com uma vitória para cada lado. Além desse recente triunfo do Uruguai, na Rússia, houve mais dois encontros.

No primeiro, em 1976, Portugal venceu, por 3-0, num jogo amigável. No segundo, num encontro a contar para a Taça da Independência do Brasil, em 1972, o resultado foi de 1-1.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+