Tempo
|
A+ / A-

Fernando Gomes. Futsal alcançou "um dos maiores feitos do desporto português"

04 out, 2021 - 15:14 • Redação

Num discurso emocionado, o presidente da federação destacou a importância da conquista do Mundial: "Este é um feito cuja dimensão levaremos tempo a entender", atira.

A+ / A-

Fernando Gomes, presidente da Federação Portuguesa de Futebol, acredita que a seleção nacional de futsal alcançou um dos maiores feitos da história do desporto português, ao juntar o Europeu, conquistado em 2018, ao Campeonato do Mundo.

"As conquistas podem ficar marcos solteiros e permitem deslumbramentos. Este grupo construiu um dos maiores feitos alguma vez alcançados pelo desporto coletivo português", disse, no Palácio de Belém.

O dirigente destaca o feito da conquista na Lituânia: "Costumamos dizer que não há nada mais importante para conquistar do que aquilo que ainda nos falta. Este é um feito cuja dimensão levaremos tempo a entender".

Fernando Gomes agradece aos pais "que incentivam os filhos a praticar desporto e aos clubes e dirigentes que permitem que as luzes se liguem para que raparigas e rapazes pratiquem desporto".

Ainda assim, o presidente da FPF apela à humildade de voltar a olhar para a base: "Agora sabemos como ganhar, fica para trás a ideia do impossivel. O país só viverá mais momentos como ontem se tiver a humildade de não olhar para o céu quando ganha, mas olhar para a base".

"Está semada a responsabilidade de serem embaixadores eternos pelo seu esforço e glória que alcançaram", atira.

Pavilhão a caminho na Cidade do Futebol

Fernando Gomes aproveitou ainda o momento para anunciar a expansão da Cidade do Futebol e a construção de um pavilhão para as modalidades.

"Não encontro momento mais certo para partilhar que vamos arrancar em 2022 a fase três da Cidade do Futebol, onde vai nascer o pavilhão das seleções nacionais de futsal", atira.


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+