Tempo
|
A+ / A-

Toñito

Recorde de Ronaldo “custou muito a alcançar”

03 set, 2021 - 09:30 • Pedro Castro Alves com Redação

Toñito, ex-colega do português no Sporting, diz que os 111 golos de Ronaldo pela seleção são um feito “incrível”. Regresso ao Manchester United vai mostrar-se “uma boa decisão".

A+ / A-

Antigo companheiro de Ronaldo no Sporting, Toñito olha para a marca alcançada pelo avançado português - melhor marcador de seleções, com 111 golos - e recorda odo o trabalho realizado por CR7.

O espanhol, de 44 anos, sabe “tudo o que lhe custou alcançar aquilo que conseguiu” e assume ser “uma honra e um prazer ter feito parte da carreira de um dos melhores de todos os tempos”. Aos 36 anos, Cristiano Ronaldo continua a “bater recordes e a estar no máximo”.

Com os dois golos marcados à República da Irlanda, em jogo da fase de apuramento para o Munduial 2022, Ronaldo ultrapassou o iranaino Ali Daei (109 golos), como recordista de golos por seleções.

“A verdade é que é incrível. Nunca pensei que um jogador fosse capaz do que ele ainda está a fazer”, admite em Bola Branca, admite o antigo médio espanhol, que esteve com Ronaldo no Sporting em 2002/03.

Regresso a Manchester

Ronaldo regressa esta época ao Manchester United, clube que representou entre 2003 e 2009. Para Toñito, é um regresso a uma casa onde “o trataram como um filho” e que o “deu a conhecer ao futebol europeu”.

“Acho que ele continua em grande, ainda pode dar o máximo e estar num nível 'top' mundial”, afirma, nesta entrevista à Renascença. “Vai para uma equipa que tem um grande plantel e que vai lutar por tudo: tanto a nível doméstico como europeu.”

O antigo jogador considera que Cristiano Ronaldo “sempre tomou boas decisões” e esta terá sido “bem pensada”. “Acho que esta vai ser mais uma boa decisão. Porque vai continuar no topo e numa grande equipa”, conclui.

Toñito representou o Sporting entre 1999 e 2004, tendo conquistado um campeonato e duas supertaças.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+