Tempo
|
A+ / A-

Seleção AA

Fonte, Félix e Renato Sanches. Caem sete jogadores do Euro 2020

26 ago, 2021 - 12:40 • Redação

Convocatória de Fernando Santos tem várias estreias e regressos, mas quem fica de fora em relação à lista do Campeonato da Europa?

A+ / A-

Fernando Santos, selecionador nacional, decidiu deixar cair sete nomes da lista dos 26 convocados para o Euro 2020, promovendo alguns regresso e estreias.

O selecionador levou 26 jogadores para a prova do último verão e convocou apenas 25 para o triplo compromisso da primeira pausa internacional da temporada.

Em relação à lista do Euro, saem Rui Silva, José Fonte, Nélson Semedo, Sérgio Oliveira, William Carvalho, João Félix e Renato Sanches. A estes nomes junta-se ainda Diogo Dalot, que não esteve na lista inicial, mas entrou antes do arranque da prova depois de João Cancelo testar positivo à Covid-19.

Diogo Costa, Ricardo Pereira, Domingos Duarte, Gonçalo Inácio, João Mário são as novidades na convocatória.

Alguns lesionados, outros preteridos

Um dos principais critérios que Fernando Santos referiu na conferência de imprensa foi a utilização nos respetivos clubes, o que significou a saída de alguns dos jogadores do Euro.

Nélson Semedo não tem sido titular no Wolverhampton, assim como William Carvalho no Bétis e Sérgio Oliveira no FC Porto. Dalot regressou ao Manchester United, mas também não soma muitos minutos.

Aos menos utilizados juntam-se João Félix e Renato Sanches, jogadores que estão em recuperação de lesão e, por isso, impossibilitados de jogar pela seleção.

Há dois casos que fogem ao critério da utilização: Rui Silva tem sido titular no Bétis, mas Fernando Santos optou por chamar Diogo Costa, jovem guarda-redes do FC Porto e que assumiu a titularidade nos dragões no início de época.

José Fonte, campeão europeu em 2016 e 46 vezes internacional pela seleção, é uma das ausências notadas. O experiente central tem 37 anos, completa 38 ainda este ano, e apesar de manter a titularidade no Lille, Fernando Santos optou por uma dupla de jovens centrais para fazerem companhia a Pepe e Rúben Dias, titulares indiscutíveis no Euro.

Domingos Duarte, central do Granada de 26 anos, regressa às escolhas, depois de ter somado as duas primeiras internacionalizações antes do Euro.

Gonçalo Inácio, do Sporting, é a grande novidade do lote. O central de 20 anos estava a ser apontado a uma estreia na seleção sub-21, mas o estatuto de titular no Sporting permite saltar diretamente para a seleção AA.

Fernando Santos explicou as opções e o exercício que faz para cada convocatória: "Quem sai é a eterna questão. Na minha perspetiva, entendo que estes são os que me podem servir melhor para estes jogos. Este é o exercício. Colocamos lá 40, depois é perceber como podemos escolher a lista final. Tenho 6 laterais-direitos na lista, mas só posso levar dois. Tenho de afinar o critério. Podemos sempre achar que podiam vir outros".

A seleção fará três jogos na pausa internacional. Começa com a receção à República da Irlanda, no próximo dia 1 de setembro, a contar para a qualificação para o Mundial 2022. Segue-se um particular frente ao Catar, seleção que organiza o torneio no próximo ano, e termina com a deslocação ao Azerbeijão, no dia 7, a contar para a qualificação para o Mundial.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Ivone Silva
    02 set, 2021 Oeiras 13:28
    Portugal. entrou menos bem, embora com muito trabalho e quem tem Ronaldo tem tudo mais uma linda e saborosa vitória, obrigado a todos em especial Ronaldo

Destaques V+