A+ / A-

Filipovic alerta seleção nacional para o momento de forma de Tadic

26 mar, 2021 - 12:45 • João Paulo Ribeiro

O treinador montenegrino, antigo jogador de Benfica e Boavista, considera que Portugal vai ter pela frente uma missão muito difícil em Belgrado, frente à seleção da Sérvia, no próximo sábado.

A+ / A-

Zoran Filipovic, que nos últimos quatro anos foi treinador adjunto e coordenador de formação na Federação Sérvia de Futebol, adverte para um adversário fortemente motivado diante da seleção portuguesa.

A vitória na jornada inaugural sobre a República da Irlanda, depois de ter estado a perder, injetou confiança numa seleção jovem, que beneficia dos métodos e ideias do novo selecionador Dragan Stojkovic.

Por isso, avisa Filipovic em Bola Branca, Portugal pode esperar dificuldades, apesar de, em teoria, ser favorito para o jogo deste sábado, em Belgrado.

"No papel, Portugal é favorito. Tem jogadores de grande qualidade e que se conhecem bem, jogam juntos há bastante tempo. Mas a Sérvia está moralizada, ganhou à Irlanda, tem um novo selecionador e jogadores jovens com muita ambição e vontade de ganhar. Tem um capitão em grande forma, o Dusan Tadic, e outros mais experientes que vão dar tudo para ganhar o jogo". refere.

Sérvia conhece bem a equipa das quinas

Nesta entrevista, Zoran Filipovic, de 68 anos, enaltece a qualidade e experiência dos jogadores que compõem a seleção portuguesa, e não apenas de Cristiano Ronaldo. E os sérvios estão bem informados do que vão ter pela frente.

"Eles sabem muito bem que Portugal não é apenas Cristiano Ronaldo. A equipa portuguesa tem outros jogadores de grande nível que estão nos melhores campeonatos do mundo, como Espanha ou Inglaterra. Alguns jovens mas já de grande experiência internacional. A Sérvia está bem identificada com esse aspeto", acrescenta.

Na opinião de Filipovic, no papel, Portugal, campeão da Europa em título, parte em vantagem na luta pela vitória do Grupo A de qualificação para o Campeonato do Mundo. Para o antigo jogador, e atual selecionador da Líbia, não restam dúvidas de que Sérvia e Portugal são os candidatos a chegar ao fim da corrida no 1º lugar.

Líbia no próximo Campeonato do Mundo é o foco

Filipovic que, enquanto jogador, representou em Portugal, Benfica e Boavista. Como treinador, foi adjunto de Artur Jorge no Benfica e técnico principal do Salgueiros, Beira-Mar, Boavista e V. Guimarães. O treinador montenegrino de 68 anos está ligado ao futebol sérvio, mas o seu desafio atual passa pela levar a seleção da Líbia ao campeonato do mundo do Catar.

"Já estou há dois meses na Líbia. Estamos numa etapa nova porque o futebol esteve parado no país e agora voltou. O objetivo é levarmos a seleção ao Mundial 2022 mas o grupo é muito difícil com Egipto, Angola e Gabão. Mas o mais importante é que, agora, há paz no país e o futebol regressou", concluiu.

O jogo Sérvia - Portugal, da segunda jornada do grupo A da zona europeia de qualificação para o Mundial 2022, realiza-se este sábado às 19h45 no Estádio do estrela Vermelha, em Belgrado. A partida terá relato na Renascença e acompanhamento, ao minuto, em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+