Tempo
|
A+ / A-

Benfica

Schmidt não espera perder Enzo Fernández em janeiro

25 jan, 2023 - 13:15 • Inês Braga Sampaio

Treinador do Benfica acredita que o médio internacional argentino tem a cabeça limpa e está feliz por ficar na Luz. Roger Schmidt também explica empréstimo de João Victor.

A+ / A-

Roger Schmidt confia que Enzo Fernández não sai do Benfica em janeiro.

Em conferência de imprensa, esta quarta-feira, o treinador do Benfica revela que vê o médio internacional argentino, de 21 anos, feliz e sem "mais nada na cabeça", e que não espera perder jogadores importantes.

"Sim, claro [que espera manter Enzo em janeiro]. Vendo o Enzo a jogar, neste momento, pelo Benfica vejo um jogador no máximo nível e muito feliz por jogar no clube. Acho que não há mais nada na cabeça dele. Não espero perder mais jogadores do onze e que jogam regularmente. Vejo os jogadores muito focados e conto que ele [Enzo] fique", afirma.

Na segunda-feira, o jornal "Record" noticiou que o Chelsea não desiste de Enzo Fernández e que deverá fazer chegar ao Benfica nova proposta, ainda antes do fecho do mercado de transferências de inverno.

Os dois clubes já conversaram sobre o médio, no entanto, depois de ter sinalizado 120 milhões de euros, valor da cláusula de rescisão, o Chelsea voltou atrás e propôs 90 milhões, com inclusão de jogadores.

O caso incomodou Roger Schmidt, que chegou mesmo a criticar a forma como o Chelsea se comportaou, acusando os londrinos de deixarem Enzo desorientado. O internacional argentino, campeão do mundo no Qatar, chegou a falhar um treino no início do ano e foi punido pelo clube.

Enzo regressou à equipa e voltou a exibir-se a alto nível, promovendo uma reação dos adeptos do Chelsea, que pediram ao clube para tentar a contratação. O Benfica mantém-se firme: 120 milhões de euros ou nada.

João Victor sai, mas só por agora


Roger Schmidt também explica o empréstimo de João Victor ao Nantes. O central brasileiro, de 24 anos, foi contratado no verão, numa altura em que o Benfica tinha poucos centrais disponíveis. No entanto, chegou lesionado e, com a afirmação de Morato e António Silva, perdeu espaço.

"Infelizmente, o João lesionou-se no último jogo antes de vir para cá e a lesão era mais complicada do que pensávamos. No verão, tínhamos três centrais lesionados, mas alguns meses depois tínhamos sete centrais de topo disponíveis. Tivemos de gerir a situaçao no inverno", esclarece.

Apesar de prescindir, agora, de João Victor, o treinador do Benfica considera-o "um central de topo" e ainda acredita nele para o futuro.

"Ainda acreditamos nele, mas, neste momento, não tinha minutos suficientes. Foi emprestado para ter tempo de jogo, é uma boa decisão para ele e para o Benfica. Regressará ao Benfica no verão e acredito que jogará mais, porque é um jogador muito bom", salienta o alemão.

Faltam poucos dias para o mercado de transferências fechar. Roger Schmidt admite que ainda falta fazer alguns ajustes, ainda que "em pano de fundo", porque o importante é manter o foco na competição.

Declarações do treinador do Benfica durante a antevisão da visita ao Paços de Ferreira, jogo antecipado da 20.ª jornada do campeonato. Está marcado para quinta-feira, às 20h15, e terá relato em direto na Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+