Tempo
|
A+ / A-

Kenedy: "Vencer a Taça da Liga motivaria Benfica para a época"

25 jan, 2022 - 12:50 • José Barata com Redação

O antigo médio que jogou no Benfica com o atual técnico das águias sublinha a importância de conquistar o troféu. Kenedy considera que Nélson Veríssimo precisa de algum tempo para colocar a equipa a realizar boas exibições.

A+ / A-

Kenedy, antigo companheiro de equipa de Nelson Veríssimo no Benfica, lança um olhar a missão dos encarnados na "final four" da Taça da Liga, que arranca esta noite, com o jogo entre as águias e o Boavista.

Depois do reconhecimento de Nélson Veríssimo de que a conquista do troféu "não salva a época do Benfica,", Kenedy assinala, contudo, que "um triunfo na Taça da Liga moralizaria a equipa para o que resta da época".

O também treinador considera que o Benfica "tem todas as condições para vencer", mesmo com a ausência de alguns jogadores importantes, como Darwin, Otamendi, Seferovic, Lucas Veríssimo ou Rafa, que vai falhar a "final four", por ter testado positivo à Covid-19.

Feliz por ver o antigo companheiro no cargo de treinador principal do Benfica, Kenedy acredita que "é uma questão de tempo até as exibições melhorarem".

"O Veríssimo tem todas as capacidades para se tornar num grande treinador e manter-se no Benfica. Também passa um pouco pelos jogadores tentarem absorverem as ideias o mais rápido possível, para que a equipa possa jogar melhor e com a mentalidade do novo treinador", conclui.

Kenedy foi companheiro de Veríssimo no Benfica, quando o central dava os primeiros passos na equipa principal. O antigo lateral, de 47 anos, está sem clube desde que deixou o Cartaxo em 2018/19.

O Benfica joga esta noite com o Boavista para as meias-finais da Taça da Liga. O jogo começa às 19h45. Relato na Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+