Tempo
|
A+ / A-

Veríssimo diz que Benfica tem 17 finais até ao fim do campeonato

14 jan, 2022 - 14:49 • Inês Braga Sampaio

Treinador admite que não há mais margem de erro. O primeiro objetivo passa por chegar ao segundo lugar, mas no Benfica acredita-se "piamente" que será possível chegar à liderança.

A+ / A-

Nélson Veríssimo não esconde que o Benfica está numa posição delicada e que cada jogo da segunda volta será equivalente a uma final.

Esta sexta-feira, em conferência de imprensa de antevisão da receção ao Moreirense, a contar para a 18.ª jornada do campeonato, o treinador do Benfica reconheceu que não há mais "margem de erro".

"Ponto um, a nossa abordagem para esta segunda volta será sempre o jogo a jogo, com o objetivo de conquistar os três pontos. O ponto dois é encurtar a distância para os da frente. Isso já foi conseguido na última jornada e vai ser esse o nosso pensamento. Cada jogo vai ser uma final para nós, temos de abordar cada um como se fosse o último", admitiu.

Recuperar a distância de sete pontos para o primeiro classificado, o FC Porto, "é difícil, mas não impossível". Recuperados estão já três pontos para o segundo, o Sporting, que agora só tem vantagem de quatro pontos. Nélson Veríssimo recusa-se a retirar o Benfica da luta pelo título:

"Noutros anos estivemos em situações idênticas, umas vezes à frente e outras atrás. O nosso objetivo, para já, é chegar ao segundo lugar. Depois disso, pensar no primeiro. Acreditamos piamente que é possível."

Moreirense e os avançados


A primeira final é frente ao Moreirense, "uma equipa competitiva, à imagem do seu treinador, e moralizada", após a vitória da última jornada.

"Acreditamos que joguem num bloco médio-baixo, com algumas saídas em transição a jogar no nosso erro. Sabemos da qualidade e capacidade do Moreirense, que vai criar dificuldades. Foco está no que temos de fazer. A ambição passa por conquistar mais três pontos", frisou.

Com o plantel todo disponível, o treinador do Benfica tem a escolher entre quatro avançados: Darwin, Gonçalo Ramos, Seferovic e Yaremchuk. Algo que, explicou Veríssimo, dependerá da estratégia para cada jogo.

"Os nossos avançados têm todos características diferentes e cabe-nos reunir o melhor 11 em função da estratégia para cada jogo. Será esse o nosso desafio jornada após jornada", disse o técnico encarnado.

O Benfica-Moreirense joga-se no sábado, às 18h00, na Luz. Relato em direto na Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+