Tempo
|
A+ / A-

Benfica

Jorge Jesus "é desejo" do Flamengo, mas ainda não há proposta

22 dez, 2021 - 12:08 • Redação

Diretor executivo do clube brasileiro assume desejo de contratar o treinador do Benfica. Contudo, não confirma que tenha havido encontro com Jorge Jesus ou qualquer proposta formal.

A+ / A-

O diretor executivo do Flamengo Bruno Spidel confirmou, esta quarta-feira, que o clube brasileiro quer levar Jorge Jesus do Benfica, no entanto, garantiu que ainda não foi feita uma proposta concreta ao treinador.

Em declarações à CNN Portugal, em Lisboa, Spidel frisou que Jesus "é um profissional de primeiro nível que fez um trabalho maravilhoso" no Flamengo, em 2019, pelo que "é natural" que o clube queira voltar a contar com ele: "Preenche todos os requisitos e todos os nossos desejos."

De acordo com o "Maisfutebol", o treinador do Benfica esteve com os dirigentes do Flamengo na noite de terça-feira e terá dito "sim" ao convite para regressar. Porém, Bruno Spidel recusou confirmar se houve encontro com Jesus e assegurou que ainda não há proposta a Jorge Jesus.

"É um desejo do Flamengo. Não fizemos nenhuma proposta. Temos o desejo de que o Jorge seja treinador do Flamengo, mas há uma série de conversas que têm de acontecer para que ele ou qualquer treinador que tenha contrato venha para o Flamengo. Todas as partes têm de conversar. Se as conversas prosseguirem, há negociação", realçou.

Alternativas em Portugal e na Europa


O diretor executivo do Flamengo salientou que há várias opções além de Jorge Jesus, tanto em Portugal como na Europa, como Paulo Sousa, Rui Vitória, Paulo Fonseca, Carlos Carvalhal e Vítor Pereira.

A atração por treinadores portugueses deve-se às "metodologias de trabalho e ideias muito claras" que os caracterizam. O Flamengo acredita que, levando alguém com essas qualificações, terá uma "chance enorme de ter sucesso e concretizar o sonho de conquistar todos os títulos".

Ainda assim, o objetivo número 1 continua a ser Jorge Jesus, mesmo com contrato com o Benfica vigente até ao final da época 2021/22.

"Temos o desejo de ter o Jorge de novo no Flamengo. Não é simples, ele tem contrato com o Benfica. É complexo, mas a história dele e a amizade que tem com todos nós fala por si só", reiterou Bruno Spidel.

Na primeira e, para já, única passagem pelo Brasil, Jesus esteve apenas meio ano no Flamengo. Algo que o clube não pretende que se repita, pois "menos que um ano não faz sentido" com qualquer técnico.

Os dirigentes do Flamengo encontram-se em Lisboa para tentar levar Jorge Jesus do Benfica ou contratar alguém "à altura dos sonhos e desejos" do clube. Certo é que não regressam ao Brasil sem treinador.

"Temos uma missão e vai cumpri-la. Vamos ficar aqui o tempo que for necessário", sublinhou Nuno Spidel, diretor executivo do Flamengo.

Possível regresso à casa onde foi feliz


Jorge Jesus, de 67 anos, poderá regressar a um clube onde fez história: na temporada 2019, conquistou o Brasileirão e a Copa Libertadores, tendo ainda chegado à final do Mundial de Clubes (perdeu com o Liverpool), vencido a Recopa Sul-Americana e o campeonato carioca.

Regressou ao Benfica já no arranque da épcoa no Brasil, ainda que sem o mesmo sucesso da sua primeira passagem pelo clube das águias, entre 2009 e 2015. Na temporada passada, terminou o campeonato no terceiro lugar. Na presente edição, ao fim de 15 jornadas, ocupa o mesmo posto.

No Benfica, Jorge Jesus ultima os preparativos para o clássico em casa do FC Porto, na quinta-feira, a contar para os oitavos de final da Taça de Portugal, jogo em que não poderá estar no banco devido a castigo.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+