Tempo
|
A+ / A-

Benfica

Shéu garante que Seferovic não se deixa abater pelo golo falhado em Barcelona

25 nov, 2021 - 12:45 • Luís Aresta

Antigo campeão pelo Benfica acredita na passagem aos oitavos de final, mas lembra que, primeiro, há que virar o foco para a visita à Belenenses SAD e para o dérbi com o Sporting.

A+ / A-

Com as imagens do golo que falhou em Camp Nou a correr mundo, fazer das fraquezas força é o desafio que se depara com Seferovic e Shéu-Han, que integrava a pirâmide técnica do futebol encarnado quando o suíço chegou à Luz, garante que o goleador não se deixará abater.

“Ele é forte e não me parece que seja um problema por aí adiante. A coisa já aconteceu e não há nada a fazer. Daqui para a frente, é mais uma escada, um patamar que todos nós e ele, principalmente, tem de subir. Indiscutivelmente que ele vai ultrapassar. Isso não é um problema”, vinca Shéu, antigo campeão pelo Benfica, em entrevista a Bola Branca.

Chegar aos oitavos de final da Champions é possível


O antigo secretário-técnico do Benfica considera que, apesar de não ter alcançado o objetivo de derrotar o Barcelona pela segunda vez na fase de grupos da Champions, a equipa de Jorge Jesus teve “uma prestação de alto nível, da qual podemos extrair a possibilidade de ir mais além” na competição.

“Com o nível de futebol que se apresentou e a possibilidade de as coisas correrem bem, há uma percentagem muito grande”, considera Shéu.

O antigo jogador reconhece a necessidade de ganhar ao Dínamo de Kiev e que as coisas, “por vezes, na prática, tornam-se mais difíceis”.

Ir jogo a jogo, sem pensar já no Dínamo de Kiev


O futuro do Benfica na Liga dos Campeões decide-se dia 8 de dezembro, na Luz, frente ao Dínamo de Kiev. Os encarnados terão de vencer, esperando que o Bayern de Munique não facilite na receção ao Barcelona.

Se os espanhóis não vencerem e o Benfica ganhar, é a equipa portuguesa que, contra a generalidade das apostas iniciais, avança para a fase a eliminar. Mas é necessária essa conjugação de resultados.

Até lá, dois desafios se deparam ao Benfica, ambos para o campeonato. Já este sábado, às 20h30, as águias têm pela frente a Belenenses SAD, no Estádio Nacional, para a jornada 12. No dia 3 de dezembro, a cinco dias do jogo com o Dínamo de Kiev, recebem o Sporting, em jogo da 13.ª jornada.

“Nós todos, o público que vê, que ouve os relatos, gostamos muito de olhar para estes jogos todos juntos”, assinala Shéu-Han, antes de complementar que os jogos são cumpridos um de cada vez.

“O 'mister' Jorge Jesus já disse várias vezes que é jogo a jogo. É no fim de cada um que se pensa no jogo seguinte e, naturalmente, quando chegar a altura, pensar-se-á na abordagem a esse jogo que nos pode levar ao patamar seguinte da Liga dos Campeões”, acentua.

O Benfica sonha legitimamente com um lugar nos oitavos de final da Liga dos Campeões, fase da prova a que o Porto também ambiciona chegar e onde o Sporting já tem lugar garantido. A "frente comum" do futebol português não se aplica ao campeonato, em que o Benfica tem dois clássicos pela frente até ao fim do ano: com o Sporting, na Luz, a 3 de dezembro, e com o Porto, no Dragão, logo a seguir ao Natal.

Por essa altura, já Jorge Jesus saberá que adversário - e qual das provas - a UEFA lhe colocou no sapatinho das competições europeias.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+