Tempo
|
A+ / A-

Benfica

Braz Frade. Idoneidade de John Textor “não está em causa”, investidor “deve ser avaliado” depois das eleições

16 jul, 2021 - 18:22 • Pedro Castro Alves

Antigo vice-presidente de Vieira não tem “nenhuma reserva” em relação à escolha de Sílvio Cervan para o conselho de administração da SAD. Equipa precisa agora de “tranquilidade”.

A+ / A-

João Braz Frade, antigo vice-presidente do Benfica e porta-voz do movimento “Benfica Bem Maior”, não põe em causa a “idoneidade” do investidor norte-americano John Textor, mas crítica “o método escolhido”.

“Uma vez que a situação política no Benfica é ainda de espectativa relativamente à data das eleições”, diz em Bola Branca, “o que acho é que isto tem de ser avaliado depois”.

O clube da Luz informou em comunicado que Sílvio Cervan é o escolhido para substituir Luís Filipe Vieira no conselho de administração da SAD.

Braz Frade não sabe o “porquê”, mas “terá havido um critério” na escolha. Tendo em conta que é uma substituição para “um curto período de tempo”, terá avançado que tem “mais disponibilidade”.

“O Sílvio Cervan está há muitos anos no Benfica, conhece bem o clube. Para mim, não me levanta nenhuma reserva ter sido ele”, explica, em entrevista à Renascença.

Tomadas as principais decisões no clube até às eleições antecipadas, o antigo dirigente defende “que agora deve haver alguma tranquilidade em torno da equipa”, ainda que “não estejam reunidas as condições”.

“Cabe-nos a nós todos dar, cada um, o seu contributo para que essa tranquilidade exista. Provavelmente não irão todos dar. Da parte que me toca tentarei e espero que outros tentem também”, conclui.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+