Siga-nos no Whatsapp

​Do ataque à Academia à glória. A história de Coates no Sporting

06 jul, 2024 - 14:40 • Ricardo Vieira

“Esforço, dedicação, devoção e glória”. O lema dos leões parece forjado à medida do "centralão" uruguaio, que com a sua força tranquila e humildade chegou a capitão e tornou-se num dos pilares do Sporting campeão.

A+ / A-

Nasceu no Uruguai e chegou de Inglaterra para vestir a camisola do Sporting. Conseguiu ultrapassar dias de caos e crises, não deixou Alvalade após o ataque à Academia e tornou-se num herói do povo leonino. Sebastian Coates diz agora adeus a Alvalade para regressar a casa, ao Uruguai, ao fim de nove temporadas.

“Esforço, dedicação, devoção e glória”. O lema dos leões parece forjado à medida de “El Patron”, que com a sua força tranquila e humildade chegou a capitão e tornou-se num dos pilares do Sporting campeão.

A chegada ao Sporting aconteceu na temporada 2015/2016, pelas mãos do então presidente Bruno de Carvalho. Coates vinha com a chancela do futebol inglês, onde representou o histórico Liverpool e o Sunderland.

Agora regressa a casa para voltar a vestir a camisola do Nacional de Montevideu, onde fez a formação. Por esta potência do futebol uruguaio também passaram nomes como Álvaro Recoba, Diego Godín, Luis Suárez ou "El Loco" Abreu.

Pelo Sporting, Coates realizou um total de 369 jogos, marcando 37 golos e conseguindo 10 assistências, além da conquista de dois campeonatos, quatro Taças da Liga, uma Supertaça e uma Taça de Portugal.

Um dos jogadores mais queridos dos adeptos do Sporting passou por momentos difíceis durante as nove temporadas em Portugal.

O mais grave foi o ataque à Academia de Alcochete, a 15 de maio de 2018, por um grupo de ultras do próprio clube, que chegaram a agredir jogadores.

Alguns atletas disseram “basta” e abandonaram o clube, mas “Seba” decidiu para ajudar a virar uma das páginas mais negras na história centenária do clube. “Estaria a voltar as costas aos adeptos”, declarou numa entrevista à RTP.

"O Sporting abriu-me as portas, os adeptos apoiaram-me sempre. Nunca pensei que aquilo representasse o mundo Sporting, eram só alguns adeptos. Por isso, se saísse estaria a voltar as costas a todos os outros adeptos do Sporting e isso não me pareceu correto."

Outro momento difícil na carreira de Coates aconteceu no início da temporada 2019/2020, num ciclo de três jogos em que tudo aconteceu ao internacional uruguaio.

Cometeu três penáltis sobre o avançado iraniano Taremi, do Rio Ave, em pleno Estádio de Alvalade. O Sporting perdeu o jogo (2-3) e Coates foi expulso.

Mas o azar não ficou por aqui. Nas duas partidas seguintes, marcou dois autogolos frente ao PSV Eindhoven e ao Famalicão, jogos que os leões haveriam de sair derrotados.

Sebastian Coates conseguiu erguer-se das cinzas e foi com Rúben Amorim aos comandos do Sporting, e num sistema de três centrais, que alcançou o expoente máximo.

Foi uma peça central no título de campeão do Sporting, na temporada 2021/2022. O troféu escapava aos leões há 19 anos, mas Coates vestiu a pele de defesa goleador e marcou vários golos decisivos.

"El Patron" anunciou este sábado a despedida através das redes sociais. "O maior legado que posso deixar é que os meus filhos vão torcer toda a vida pelo Sporting. Obrigado pelo apoio, vou ser sempre um leão", declarou o "camisola 4", emocionado.

Mas os adeptos terão oportunidade de homenagear e cantar o nome de Sebastian Coates. A despedida do capitão verde e branco vai acontecer no Troféu Cinco Violinos, a 27 de julho, frente aos bascos do Athletic Bilbao.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+