Tempo
|

FC Porto conquista o 30.º título de campeão

07 mai, 2022 - 19:57 • Inês Braga Sampaio

Pinto da Costa marcou uma viragem na história do primeira campeão nacional de sempre, com 23 títulos em 40 anos. Sérgio Conceição impediu o Benfica de igualar o inédito penta. Veja a evolução dos títulos do FC Porto ao longo dos anos.

A+ / A-

O FC Porto conquistou o 30.º título de campeão nacional. Fica a sete do Benfica, recordista, e aumenta para 11 a vantagem sobre o Sporting.

O primeiro dos 30 títulos do Porto foi conquistado na primeira edição da I Liga portuguesa, na época 1934/35. Seguiu-se um bicampeonato em 1938/39 e 1939/40 e, depois, um jejum de 16 anos: os dragões só voltaram a festejar em 1955/56. Título a que acrescentariam o de 1958/59.

Depois disso, um jejum ainda mais longo: o FC Porto só voltou a ser campeão em 1977/78, já com Jorge Nuno Pinto da Costa a liderar o departamento de futebol, e faria o bis no ano seguinte. No terceiro ano, falhou o tricampeonato e o então diretor de futebol deixou o clube.

Começa a era Pinto da Costa


Divórcio que, como já tantas vezes catalogado foi, durou apenas dois anos, pois Pinto da Costa regressou ao FC Porto, em 1982, como presidente. Aí se iniciaram 40 anos de mandato que fizeram de Pinto da Costa o presidente com mais títulos da história do futebol mundial.

Nesses 40 anos, o FC Porto conquistou 23 títulos de campeão nacional - mais do que todos os outros clubes, incluindo Benfica e Sporting, juntos. Mais que triplicou o registo anterior e foi pentacampeão entre 1994/95 e 1998/99, feito inédito e, até agora, sem igual no futebol português.

O jejum mais longo do FC Porto, desde 1982, foi de quatro anos sem ser campeão, entre 2013/14 e 2016/17. Além disso, nunca caiu do terceiro lugar, ao contrário das 18 vezes que terminara fora do pódio antes da presidência de Pinto da Costa. Chegou, até, a ser nono, em 1969/70.

Foi para terminar com o referido jejum de quatro temporadas - e impedir que o Benfica chegasse ao penta que Pinto da Costa contratou Sérgio Conceição, antigo jogador do clube, no verão de 2017. Foi aposta ganha: o treinador resmungão foi campeão nacional logo na primeira época.

Desde então, Sérgio Conceição tem sido campeão ano sim, ano não. Perdeu em 2018/19 para o Benfica, mas ganhou em 2019/20. Na época seguinte, o Sporting voltou a sagrar-se campeão ao fim de 19 anos de seca, no entanto, esta temporada, o FC Porto recuperou a taça.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+