Siga-nos no Whatsapp

Três regressos e um final feliz. FC Porto e Sporting dominaram último dia do mercado

01 fev, 2022 - 03:45 • Inês Braga Sampaio

Semedo, Slimani, Galeno e Edwards são os principais nomes do fecho da janela de janeiro. Bolsos de Braga e Vitória agradecem pressa de dragões e leões.

A+ / A-

Era uma vez três. Um argelino, um brasileiro e um português.

Isto não é o início de um conto de humor para crianças, mas sim o filme de três dos quatro principais negócios do último dia do mercado de transferências de inverno no futebol português. Três regressos que dominaram os títulos de manhã à noite.

Houve, ainda, um quarto protagonista, que viu uma novela de semanas conhecer final feliz. Trata-se de Marcus Edwards, que deixou o Vitória de Guimarães pelo Sporting a troco de 7,67 milhões de euros.

O acordo, por 50% do passe do extremo inglês, de 23 anos, contempla, ainda, bónus que podem atingir um total de 500 mil euros, mediante objetivos, e mete ao barulho três jogadores - Bruno Gaspar, Geny Catamo e Gonzalo Plata - num longo rol de condições que a Renascença explica aqui.

Quanto aos regressos, o de Islam Slimani ao Sporting foi um dos principais.

O ponta de lança argelino, de 33 anos, rescindiu contrato com o Lyon para poder regressar a Alvalade seis anos depois e colmatar a vaga de Tiago Tomás, emprestado ao Estugarda com opção de compra.

Um retorno, já esperado, que não teve grande pompa ou circunstância por parte dos leões e que foi, de certo modo, estragado pelo Lyon: os franceses deram o "spoiler" no comunicado da rescisão com Slimani.

O Sporting foi um dos dois grandes protagonistas deste último dia de mercado. O outro foi o FC Porto.

Após a venda de Luis Díaz ao Liverpool, os dragões viram-se obrigados a ir à caça de um extremo e encontraram-no num rosto conhecido. Vendido ao Sporting de Braga em 2019, Wanderson Galeno está de regresso ao FC Porto, dos anos e meio depois.

Os dragões pagaram nove milhões de euros ao Braga pela totalidade do passe do extremo brasileiro, de 24 anos, que assinou contrato válido até 30 de junho de 2026 e ficou com cláusula de rescisão de 50 milhões de euros.

Para responder a uma queixa de Sérgio Conceição, o FC Porto promoveu um segundo regresso, ainda que em diferentes moldes, em dois sentidos.

Rúben Semedo está de volta ao futebol nacional. O central internacional português, de 27 anos, chega ao Dragão por empréstimo do Olympiacos com opção de compra.

No final de contas, foi um bom dia, em termos financeiros, para os rivais minhotos Braga e Vitória, que receberam, respetivamente, oito (ou quase) e nove milhões de euros por duas das suas estrelas.

Foram estes os principais negócios do último dia de mercado em Portugal. O Benfica, que não vira jogadores sair, também não foi buscar nenhum e pôde passar o serão, tranquilo, a ver os rivais correr para confirmar três regressos e um final feliz.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+