Siga-nos no Whatsapp

Euro2024

​⚽ A volta ao Euro em 90 segundos. Qué mirás, bobo? É o fabuloso destino de Eriksen

17 jun, 2024 - 10:20 • Hugo Tavares da Silva

Esta é a newsletter diária de Bola Branca para o Euro2024, que se vai jogar entre 14 de junho e 14 de julho.

A+ / A-

Há sensivelmente três anos, a Europa derreteu-se com a seleção dinamarquesa, depois de sufocar de susto. Eriksen caiu num relvado de Copenhaga, o coração hesitou e temeu-se o pior. Fica na lembrança aquela cortina de ferro levantada pelos colegas, protegendo o companheiro do voyeurismo doentio. A Dinamarca chegou às meias-finais, afagando 1992. No domingo, Eriksen regressou à labuta num campo num Europeu… e marcou. Admirável mundo este, o do futebol.

Noutra espécie de história de embalar, Wout Weghorst voltou a ser rei. O co-protagonista da cena “que mirás, bobo?” com Lionel Messi, em Doha, no Mundial, foi novamente decisivo. Leva o ‘9’, por isso já devemos suspeitar que algo assim pode acontecer. O avançado do Hoffenheim entrou por Cody Gakpo aos 80’ e só precisou de três minutos para fazer mossa. Tremendo, tal como a intervenção política de Mbappé e o resumo do dia 3 do Euro2024 magicado pelo analista e comentador Francisco Sousa, que elogia um tal de Jude.

Menos tremendo foi o confronto entre adeptos albaneses, sérvios e ingleses em Gelsenkirchen.

Na véspera do Portugal-Chéquia, a estreia portuguesa que será apitada por um italiano, o repórter da Renascença Pedro Castro Alves voltou a testemunhar um treino molhado da seleção. E ouviu João Cancelo, que analisou a seleção checa.

🕹️ O futebol foi isto

Países Baixos 2-1 Polónia. A rapaziada de laranja, que nem jogou de laranja, soma imensas baixas importantes, mas mantém os traços de qualidade. Os polacos assustaram e os jogadores da terra de Johan tiveram de pedalar para virar o marcador.

Eslovénia 1-1 Dinamarca. Os dinamarqueses, ainda com Kasper Schmeichel na baliza, tiveram momentos em que fizeram rabias aos eslovenos, longe da qualidade da Eslovénia de 2000 sob a batuta de Zahovic. Mas foi um jogo renhido, foi aliás o primeiro empate do Euro2024. Ficaram os pormenores e a facilidade para este ofício de Sesko. E fica a ideia de que falta um Laudrup aos nórdicos…

Sérvia 0-1 Inglaterra. O 11 inglês é magnífico ou perto disso. A superioridade foi notória, e os sérvios não são nada de se deitar fora, mas a fluidez e o nível não foram especiais. Há ali umas peças que sofrem longe do contexto de clubes, como Phil Foden, a quem lhe pediram para ficar na esquerda, lembrando Eriksson e Paul Scholes em tempos idos, como referiu Luís Catarino na Sport TV.

👾 Toooooooooor

Até podia ter sido um acidente. Imaginemos que, antes de entrar, a bola batia nas costas de Eriksen, ainda mais por acaso do que o acaso habitual, ressaltava numa bandeirola de canto, desviava numa gaivota e, caprichosamente, mudava a rota graças a um tufo de relva. Seria sempre o golo do dia. O futebolista dinarmaquês fintou a morte no Euro2020 e agora, três anos depois, fez um golo. Que história.

🎙️ Cantilenas

“Quando tens um país em guerra, os teus jogadores têm de estar motivados. Tenho a certeza que o povo está orgulhoso da equipa”, disse Rebrov, o selecionador ucraniano, na véspera da estreia no torneio.

💾 As nossas histórias

🔦 Uma sugestão

O podcast “The Rest Is Football” é uma maravilha. Gary Lineker, Alan Shearer e Micah Richards batem bolas sobre a atualidade futeboleira e entrevistam algumas feras, como recentemente fizeram com Kasper Schmeichel e Paul Gascoigne.

🎲 O que vem aí

Roménia-Ucrânia às 14h00, em Munique
Bélgica-Eslováquia às 17h00, em Frankfurt
Áustria-França às 20h00, em Düsseldorf

Acompanhe os noticiários Bola Branca, as histórias e os relatos dos jogos de Portugal na Renascença. Saiba tudo sobre o Euro2024, resultados e atualizações diárias, em rr.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+