Siga-nos no Whatsapp
Ribeiro Cristovão
Opinião de Ribeiro Cristovão
A+ / A-

Acendeu a luz amarela

11 jun, 2024 • Opinião de Ribeiro Cristovão


Ficaram os primeiros sinais de que alguma coisa tem de mudar para Portugal obter sucesso no Euro 2024, no qual entra com justificadas ambições.

Após os dois jogos de preparação da nossa selecção, com vista ao Euro 2024 que na próxima sexta-feira principia na Alemanha, primeiro com a Finlândia e depois com a Croácia, pode afirmar-se, com propriedade, que ficaram os primeiros sinais de que alguma coisa tem de mudar para podermos obter sucesso na competição europeia, na qual entramos com justificadas ambições.

Se o desafio com os finlandeses não correspondeu às expectativas, tanto pelo resultado como pela exibição, já o encontro com os croatas deixou ainda mais a desejar.

Uma vitória e uma derrota, respectivamente, mas sobretudo os quatro golos sofridos, deixaram motivos de preocupação, ainda que o seleccionador português não tenha dado grande relevância a esse pormenor.

Para Roberto Martínez o mais importante foi ter alcançado o objectivo fixado na preparação, sem cuidar muito no facto de os jogadores que actuaram não terem, regra quase geral, atingido o nível que a sua qualidade perfeitamente justifica.

É verdade que estes jogos quase sempre se revestem de muitas cautelas por parte dos jogadores com o objectivo de evitarem lesões que suscitem consequências desagradáveis, mas poderá não ser compreensível o desacerto que se verificou em alguns casos.

E, sobretudo, no sector defensivo ficaram à vista falhas, que a serem repetidas em jogos a sério, não deixarão de acarretar resultados desagradáveis.

Hoje, no acerto final com a Irlanda, poderão registar-se diferenças com os regressos de Cristiano Ronaldo e de Pepe, duas figuras incontornáveis, que poderão acrescentar vantagens, e contribuir para uma exibição diferente, mesmo que o resultado volte a não corresponder ao que se espera

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.