Tempo
|
Ribeiro Cristovão
Opinião de Ribeiro Cristovão
A+ / A-

​Rafa na seleção é passado

21 set, 2022 • Opinião de Ribeiro Cristovão


Rafa está no seu pleno direito de não desejar continuar a merecer a atenção do selecionador português.

Soaram as trombetas por todo o país desportivo quando chegou ao conhecimento do público que Rafa, jogador do Benfica, decidira abandonar, para sempre, a seleção nacional, não correspondendo assim à convocação que feita por Fernando Santos, selecionador nacional, alguns dias antes.

O assunto já foi discutido amplamente em todos os quadrantes, sem que tenham sido unânimes as apreciações feitas à atitude do jogador. Como, aliás, de esperava.

Rafa está no seu pleno direito de não desejar continuar a merecer a atenção do selecionador português. Muito embora esse seja o desejo de praticamente todos aqueles que um dia ambicionaram tornar-se jogadores profissionais de futebol, o internacional benfiquista guinou em sentido contrário.

A atitude de Rafa não nos pareceu aceitável e, sobretudo, tomada fora de tempo. Se, antes de ser convocado para os dois jogos que agora vão ter lugar, tivesse abordado Fernando Santos dando-lhe conta da sua indisponibilidade, tudo teria sido diferente. Fazê-lo à posteriori, não representou apenas um ato de desconsideração para com o selecionador, mas em especial para o futebol português, no qual milita e tem ganho a sua vida de forma inacessível à quase totalidade dos cidadãos portugueses.

Rafa também não é um jogador que se coloca aparte de várias polémicas nas quais tem estado envolvido. Além disso, o seu relacionamento com colegas de trabalho também não parece ser de grande proximidade. Pelo menos, é isso que refletem muitas das imagens com que o procura a generalidade da comunicação social portuguesa.

Apontado pela imprensa, há algum tempo, como um dos fautores da crise que se instalou no Benfica e deu azo ao despedimento, primeiro de Bruno Lage e depois de Jorge Jesus, sem que essas notícias tenham sido desmentidas na altura, contribuiu assim para o reforço de uma imagem difusa que se instalou entre os adeptos.

Agora que a tempestade passou, é tempo de dar à seleção toda a atenção, já que estão à porta dois desafios, nos quais interessa tornar possível alcançar bons resultados, se queremos continuar a ter ambições na Liga das Nações, cuja primeira edição foi ganha por Portugal.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Zacarias
    26 set, 2022 Aveiro 01:22
    O sr Ribeiro Cristóvão mente, essas notícias foram sim desmentidas. Devia te um pouco mais de rigor quando publica algo e não embarcar em especulações sem esclarecer quais são essas polémicas ou utilização de palavras como "...não parece...", sem qualquer fundamento. Se fosse assim o que diríamos do comportamento do capitão da seleção que até a braçadeira joga no chão ou não festeja golos dos seus colegas só porque não marcou ele acabando o jogo chateado por esse facto como neste último, mas aí já sabemos que a opinião já é moldada consoante o estatuto. Deixo de seguida o link com o desmentido do clube do Rafa sobre o assunto em questão, veremos se o sr. Ribeiro Cristóvão terá a dignidade de repor a verdade na sua próxima rúbrica. https://www.slbenfica.pt/pt-pt/agora/noticias/2020/07/11/benfica-futebol-comunicado-esclarecimento-que-se-exige
  • Maria
    25 set, 2022 Almada 13:21
    Que «atitudes lamentáveis do Rafa» é que o Ribeiro Cristóvão já viu? Cuspiu num adversário? Não, isso foi o Otávio. ☑️ Agrediu barbaramente um adversário? Também não, isso foi o Pepe. ☑️ Entoou cânticos ofensivos? Não, mas viu outros! ☑️ Tristeza… Vá para casa e calce as pantufas e fique caladinho no seu canto.
  • Ivo Pestana
    21 set, 2022 Funchal 13:57
    Rafa não é passado, não. É presente e futuro, na real e honesta reflexão a ser feita, de modo a evitar cenas destas. Quem escolhe os melhores tem de dar oportunidade a todos, sem parcialidade e amizade. Já ouvi e li, que a seleção é CR7 e mais dez. Será assim? Já vi jogos que o pior jogador nunca sai para dar lugar a outro. Será assim? Gonçalo Ramos foi chamado e não é da posição do Rafa, é estranho...os jornalistas falam pouco das 'amizades' na seleção, mas ela existe e o Quaresma deu um sinal, ontem.
  • Belmiro carvalho
    21 set, 2022 Santo Tirso 13:51
    Sr. Ribeiro Cristóvão, fora de tempo diz o Sr., eu digo, foi na hora, aparentemente problemático, diz o Sr. e outros, "comunicação social/cancro" sem provarem nada, diz o Sr. polémicos com este e com aquele, mas o Sr. nem com os próprios a desmentirem se convence. Já sei a Renascença não vai aceitar. mas OK.
  • Manuel
    21 set, 2022 Sintra 09:07
    Sinceramente acho que o Rafa fez muito bem...e deviam de haver mais Rafas...talvez a selecção começasse a ser de Portugal e não de Jorge Mendes...pelos vistos a Renascença sabe o que se passa nos balneários dos clubes Tentativa de destabilizar o Rafa?
  • Joaquim Correto
    21 set, 2022 Paços 08:33
    ...por vontade do Rafa! Uma chapada de lava branca do Rafa ao Fernando Santos! Esta decisão do Rafa foi tomada quando o Fernando Santos decidiu convocar o Otávio e o Mateus Nunes, deixando o Rafa de fora, sendo ele o melhor jogador português da atualidade! Esta decisão tem o apoio de praticamente todos os benfiquistas!