Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Ribeiro Cristovão
Opinião de Ribeiro Cristovão
A+ / A-

O sonho à tarde, o pesadelo à noite

14 set, 2022 • Opinião de Ribeiro Cristovão


Para fechar a ronda dois, o Benfica estará hoje em Turim.

Foi uma terça-feira de contrastes em mais um capítulo da Liga dos Campeões Europeus.

Confirmando que a lógica normalmente não casa com o futebol, campeão e vice-campeão de Portugal protagonizaram ontem em Alvalade e no Dragão momentos que ficam na história do nosso futebol, embora por motivos diferentes.

Sabendo-se do traquejo e do sucesso dos portistas na Champions e, ao mesmo tempo, das presenças menos constantes dos leões nessa competição, poderia estar instalada em muita gente a ideia de que a dupla jornada de ontem poderia ter desfechos diferentes daqueles que aconteceram. Nós próprios o reconhecíamos ontem aqui neste espaço, não deixando de ressalvar que havia, apesar de tudo, que aguardar com tranquilidade, porque as previsões também poderiam vir a ser contrariados.

E foi o que acabou por acontecer.

No estádio de Alvalade, cheio (de esperança) como um ovo, o Sporting Clube de Portugal consumou um desafio épico com uma vitória indiscutível, a coroar uma exibição de luxo, e a premiar a estratégia do seu treinador bem como a forma como os jogadores a souberam interpretar. Tudo somado, eis o sonho que os leões passam agora a ter a responsabilidade de continuar.

O Sporting não teve pela frente uma equipa qualquer, bem pelo contrário.

O Tottenham tem um percurso quase imaculado na Premier League, tem ambições na Champions, e é servido por alguns jogadores de altíssima qualidade. Tudo isso, junto, valoriza ainda mais a vitória leonina que pode assim ter continuado o ciclo aberto há uma semana em Franckfurt. A seguir, em Marselha, se verá de que lado está a razão.

No estádio do Dragão viveu-se uma noite de autêntico pesadelo, que terminou com Pinto da Costa e Vítor no balneário, a dizerem sabe-se lá o quê, e o público afecto a sair de cabeça baixa, certamente com todos a pensar que tinham estado a assistir a uma exibição impossível.

De facto, foi má de mais para corresponder àquilo que vale a equipa de Sérgio Conceição, ainda que seja forçoso reconhecer que ali muita falta de qualidade, ao contrário do que acontecia há uma época atrás.

Ficou ali muita matéria para refletir sobre o que de mau todos vimos, e que os portistas desejam ver rectificado já primeira oportunidade, ou seja, no Estoril Praia onde os dragões comparecem no próximo sábado em jogo do nosso campeonato doméstico.

Entretanto, para fechar a ronda dois, o Benfica estará hoje em Turim, onde uma Juventus até aqui irregular vai tentar afirmar-se presente na Liga dos Campeões.

Sem apontar favoritos, vale por dizer que há que contar com dificuldades.

Trata-se da equipa mais forte que os benfiquistas defrontaram até agora nesta temporada, o que também equivale por dizer que este será igualmente um teste para os comandados de Roger Schmidt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.