Tempo
|
Ribeiro Cristovão
Opinião de Ribeiro Cristovão
A+ / A-

​O tempo dos treinadores

25 mai, 2022 • Opinião de Ribeiro Cristovão


Passada a fase competitiva do Campeonato e da Taça, para os jogadores chegaram as férias, enquanto para treinadores e estruturas de todos os clubes fazem balanço sobre o passado recente e, mais importante e necessário, debruçam-se sobre as perspetivas que é possível traçar em relação à temporada que vai chegar.

E, neste aspeto, a questão relacionada com os treinadores assume foros de especial e particular importância. Se não há mudanças importa consolidar e melhorar tudo quanto foi feito nos últimos meses. Porém se, ao contrário há novidades, então é necessário lançar bases para o trabalho futuro e, ao mesmo tempo, desenhar as primeiras ideias com ambição.

Entre os clubes mais representativos, Futebol Clube do Porto e Sporting Clube de Portugal não introduzem alterações nas suas equipas técnicas. Sérgio Conceição e Rúben Amorim tudo o indica irão permanecer nos seus cargos, a não ser que um qualquer terramoto surja inesperadamente.

O Paris Saint-Germain parece estar a atravessar-se no caminho de ambos mas, por enquanto, tudo não passa de rumores, dos quais provavelmente não se irá passar.

No Benfica, ao contrário, começou ontem a construir-se um edifício novo, havendo a ideia de que estamos em vésperas de uma mudança radical de que o clube aliás bem precisa para romper aquela barreira que impediu o clube de vencer qualquer troféu nos últimos três anos.

Roger Schmidt, já dado como certo como técnico há várias semanas, mostrou-se hoje aos benfiquistas, assinou contrato, e começou a trabalhar nas instalações do Seixal, onde terá certamente expressado as suas primeiras ideias sobre o trabalho que vai desenvolver.

Agora, seguir-se-à a importante fase da construção do plantel, que se anuncia poder ser alvo de grandes modificações.

O técnico alemão, o primeiro treinador estrangeiro depois de Quique Flores que chega ao estádio da Luz, tem pela frente uma tarefa difícil, como facilmente se reconhece.

E, como em todos os casos, serão os resultados a determinar a possibilidade de Schmidt conseguir solidificar a sua posição. Essa é, de facto, a principal condição para alcançar uma longa vida em Lisboa.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.