Tempo
|
Ribeiro Cristovão
Opinião de Ribeiro Cristovão
A+ / A-

​Estava escrito nas estrelas

31 dez, 2021 • Opinião de Ribeiro Cristovão


Não obstante a revolução registada no clube da águia, não parecia provável que viesse a registar-se uma transformação radical nas circunstâncias então vividas.

Estava escrito nas estrelas que o desfecho do jogo de ontem à noite no estádio do Dragão não seria muito diferente daquele com que terminara o embate entre Futebol Clube do Porto e Sport Lisboa e Benfica decorrida apenas uma semana.

Não obstante a revolução registada no Clube da águia, com a saída do treinador Jorge Jesus por força da posição assumida pelos jogadores, não parecia provável que viesse a registar-se uma transformação radical nas circunstâncias então vividas.

As feridas provocadas pela hecatombe tinham sido demasiado profundas, e não poderia ser de um dia para outro que aconteceria o “milagre” de , num ápice, tudo passar a ser diferente.

Nelson Veríssimo foi chamado para o comando das operações e introduziu, como seria previsível, algumas alterações na estrutura e no modo de actuar da equipa. E isso foi visível durante alguns momentos do jogo, não sendo no entanto o suficiente para operar uma reviravolta nos acontecimentos do jogo anterior.

Os portistas, sem terem realizado uma exibição ao nível daquela que produziram oito dias antes, venceram com justiça e por um resultado praticamente igual.

Agora, separado por sete pontos dos dois comandantes da tabela, vai ser difícil ao Benfica recuperar. É verdade que estão por disputar 54 pontos, mas se tivermos em conta que leões e dragões perderam apenas quatro pontos até aqui, é fácil avançar com esta previsão.

O mês de Janeiro vai ser muito intenso, com jogos do campeonato, da Taça de Portugal e da Taça da Liga a suscitarem enorme exigência, seguindo-se, em Fevereiro, a reentrada nas competições europeias da Uefa.

Veremos quem está à altura de corresponder.

BOM ANO PARA TODOS!

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.