Tempo
|
Ribeiro Cristovão
Opinião de Ribeiro Cristovão
A+ / A-

​Afinal a espada continua em Guimarães

28 out, 2021 • Opinião de Ribeiro Cristovão


Para o Benfica estão a chegar outros tempos difíceis com saídas ao Estoril, para o campeonato, e a Munique e Barcelona para a Liga dos Campeões Europeus.

O Sport Lisboa e Benfica passou ontem por enormes dificuldades para poder sair da cidade do Fundador com pelo menos um empate conseguido frente ao Vitória, que lhe permite alimentar justificadas esperanças de poder chegar à final-four da Taça da Liga.

Os lisboetas defrontam na derradeira jornada da fase de grupos, no estádio da Luz, o Sporting da Covilhã, bastando então vencer por mais de dois golos de diferença para passar a ocupar o primeiro lugar, e assim garantir a continuidade na prova.

Na cidade minhota o desafio não foi fácil para a equipa de Jorge Jesus, apesar de ter manifestado superioridade evidente nos primeiros quarenta e cinco minutos.

E aí, com a ajuda de dois jogadores vitorianos, conseguiu mesmo chegar à vantagem de dois golos, que conseguiriam inverter na segunda parte do jogo.

Porque mexeu bem na sua equipa, o treinador Pepa tirou da mesma, nesse período, o rendimento suficiente, que lhe permitiu chegar ao empate, e até colocar em sérios embaraços o Benfica, sobretudo nos derradeiros minutos. Então, os vimaranenses criaram sucessivas situações de perigo, tendo estado iminente, por diversas vezes, a possibilidade de se sobreporem no marcador.

Ficam também como notas salientes do jogo um autogolo de Alfa Semedo e o escandaloso deslize do guarda-redes local, que permitiu aos encarnados consolidar o marcador quando pouco tinham feito para o alcançar.

Agora, para o Benfica estão a chegar outros tempos difíceis com saídas ao Estoril, para o campeonato, e a Munique e Barcelona para a Liga dos Campeões Europeus.

O desgaste de alguns jogadores benfiquistas pode vir a tornar-se determinante para os resultados que a equipa vier a alcançar.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.